Venda de gabaritos: concurso do Cebraspe, responsável por último PSS, é suspenso em Alagoas APP-Sindicato

Venda de gabaritos: concurso do Cebraspe, responsável por último PSS, é suspenso em Alagoas

Edital 47 teve irregularidades e prejudicou professores(as)

? Divulgação / APP-Sindicato

Um concurso para a Polícia Militar de Alagoas é alvo de investigação da Polícia Civil por indício de fraude envolvendo 150 candidatos, que teriam comprado o gabarito da prova. O Governo de Alagoas suspendeu o certame na última semana. 

O processo seletivo foi organizado pelo Cebraspe, empresa responsável pelo edital PSS nº 47, realizado no final de 2020 no Paraná. Da realização do concurso até o resultado final, a APP-Sindicato cobrou explicações e ainda exigiu respostas sobre os inúmeros problemas registrados.

Apesar da intensa mobilização da categoria, que incluiu greve de fome, o governo ignorou todos os pedidos apresentados tanto pelos(as) trabalhadores(as) como pela APP.

“Mesmo com problemas, denúncias, pedidos de recursos, protocolos, vários professores e professoras ficaram de fora do edital em decorrência desta empresa e de como foi o processo”, afirma Clau Lopes, dirigente do Sindicato.

Já em Alagoas, o governo – que parece levar mais a sério seus editais de contratação – emitiu uma nota cobrando lisura ao Cebraspe. Uma ação coletiva movida por quem se sentiu lesado exige, ainda, a rescisão do contrato com a empresa, além de multa de R$ 3 milhões por danos morais.

Leia também:

:: PSS: APP-Sindicato orienta que atuais contratados(as) realizem inscrição em novo edital 

MENU