Variante Delta do coronavírus deixa Norte Pioneiro em alerta

Variante Delta do coronavírus deixa Norte Pioneiro em alerta

Boletim da Epidemia da APP aponta altas nas curvas de contaminação do coronavírus na região, a primeira a mapear a transmissão comunitária da Delta no Paraná

O Boletim da Epidemia da APP-Sindicato desta semana traz um alerta para a disseminação da variante Delta do coronavírus no Norte Pioneiro do Paraná. Embora a variante não seja predominante no Estado, ao contrário do que acontece em nível nacional, a preocupação se justifica pelo fato de as curvas de contaminação terem registrado ligeiras altas em municípios da região, a primeira do Paraná a mapear a contaminação comunitária da Delta.

O Boletim mostra que a variante Delta, mais agressiva e mais transmissível que as demais, é responsável por mais da metade das amostras analisadas em casos de Covid 19 registrados no Brasil.

No Paraná, pesquisa da UFPR aponta que os casos de Covid causados pela variante Delta no Paraná estão em torno de 45% do total de amostras analisadas em casos confirmados – até o final de agosto foram registrados 59 casos da Delta e 20 óbitos, além de 17 casos de sublinhagens da Delta, com uma morte.

Os dados do Boletim mostram a dificuldade de aumentar as taxas de isolamento social no Paraná, principal medida para conter a disseminação do coronavírus. Mesmo nos domingos e feriados, a taxa tem se mantido abaixo dos 50%, quando o ideal seria que superasse os 70%.

No período analisado, a taxa foi de 45,7% no dia 2 de setembro; 42,8% no dia 3; 43,8% no dia 4; 49,3% no dia 3 (domingo); 45,2% no dia 6; 49,3% no dia 7 (feriado) e 45,9% no dia 8.

Enquanto a Delta se espalha, a taxa de vacinação da população paranaense avança lentamente, revela o Boletim. Até o dia 10 de setembro, menos da metade das pessoas (44,2%) haviam sido imunizadas com duas doses ou dose única de vacina.

O Boletim da Epidemia é elaborado pela APP-Sindicato, com informações da Secretaria de Estado da Saúde e da Fiocruz, para orientar suas decisões em relação à pandemia de Covid 19.