Usuários do SAS/ Umuarama reúnem-se com direção do hospital Cemil

Usuários do SAS/ Umuarama reúnem-se com direção do hospital Cemil


No último dia 4 de novembro, foi realizada uma reunião, na sede do hospital Cemil de Umuarama, entre o  diretor do Hospital Cemil, Dr. João Jorge Helu, e os usuários do SAS daquele município. Na oportunidade estiveram presentes o secretario de Saúde e Previdência da APP- Sindicato, Idemar Beki, Neusa Miguel Loureiro, secretária de Aposentados do NS de Umuarama, Eliana Cardoso Garaviato, ministério Publico de Umuarama, Edna Maria Ricas Brir, Emater, Maristela Rodrigues, ouvidora do SAS, Renilde A. P. Alvarenga, responsável pelo SAS no Cemil, Aline V.R Gregianin, atendente do SAS e diretor citado.

 

A comissão de Usuários do SAS foi recebida pela equipe do Hospital Cemil, o diretor disse que o ano de 2.008 foi muito difícil para o hospital no atendimento dos usuários do SAS devido ao valor pago por vida, R$ 10,90. Idemar acompanha em nível estadual, junto com o grupo de usuários do SAS, o atendimento dado pelos hospitais que mantém um contrato pelo SAS.

 

Na oportunidade, o secretário comentou o objetivo da reunião. Segundo ele, os usuários do SAS de Umuarama querem saber como serão atendidos, uma vez que o hospital acabou de celebrar um novo contrato de vigência de 12 meses com o governo do Estado do Paraná.

 

A principal reivindicação da direção do Cemil seria a alteração de valor dos R$ 10,90, por vida (antigo contrato). No novo contrato, o valor foi reajustado para R$ 20,28. Na seqüência o secretário Idemar apresentou para o diretor do hospital as principais reivindicações do grupo presente:

 

1-      Demora na marcação de consultas, principalmente de especialistas;

O diretor respondeu que está contratando mais especialistas em ortopedia (temos dois profissionais e irá contratar mais dois e que no plantão tem sempre um ortopedista. Está tendo dificuldades na contratação de endócrino e neurologista, pois é difícil conseguir estes profissionais.

2-      O uso de clinicas de fisioterapia em outras cidades, ele se comprometeu em disponibilizar esse atendimento em outros municípios, desde que tenha condições.

3-      As consultas de retorno. O mesmo se comprometeu que elas sejam feitas antes de 30 dias e com o mesmo profissional.

4-      As consultas com especialistas não podem ultrapassar 7 dias. O diretor pediu que suas secretárias agilizassem esse processo, para que os usuários sejam atendidos dentro do prazo certo.

5-       A central de marcação de consultas para todas as especialidades (call center) com o 0800, que o mesmo deve funcionar entre 7h e 19 horas, período de 12 h ininterruptas, em todos os dias úteis a partir da data deste novo contrato.

6-      O local de atendimento dos usuários do SAS- a direção comentou que está sendo melhorado o ambiente para melhor receber o usuário. Quanto à ala do hospital destinada ao SAS, também está sendo melhorado.

7-      Relação dos médicos que atendem pelo SAS- prometeram atualizar a lista dos médicos, pois alguns já não atendem mais pelo sistema.”

 

 

Durante a reunião, a professora Neusa pediu que fosse providenciado um médico geriatra. “Somos professores aposentados e necessitamos deste especialista”, destacou. O diretor respondeu que verificará a possibilidade de contratar o profissional.

 

Também foi solicitado ao diretor do hospital que o atendimento dado ao funcionário público seja o melhor possível, em contrapartida, os usuários do SAS se comprometeram em exigir seus direitos, mas nunca perder o controle da situação. “Recomendamos também, conforme o manual do beneficiário, nos itens H e I, o que segue: comparecer a consulta ou exames agendados com antecedência de 15 minutos de forma a não prejudicar o atendimento. Na impossibilidade de comparecer a consulta previamente agendada, cancelá-la em tempo hábil, afim de possibilitar o agendamento para outras pessoas”, explicou Neusa.

 

Ao final da reunião, os representantes do SAS (a comissão de usuários) se colocaram a disposição da direção do hospital para qualquer eventualidade. Em contrapartida, a equipe do hospital também se mostrou amistosa no que diz respeito ao atendimento do funcionalismo público da região de Umuarama. “Com a renovação do contrato novamente com o Hospital Cemil em que os valores foram reajustados, esperamos e acreditamos que o atendimento dado aos usuários seja renovado para atender as demandas satisfatoriamente”, finalizou Neusa