TV contratada por Ratinho para EaD não tem sinal em 114 municípios do Paraná

Ensino a distância do governo é excludente e não recomendado para a aprendizagem de crianças e adolescentes

TV contratada por Ratinho para EaD não tem sinal em 114 municípios do Paraná - Foto: Pixabay

Através de um contrato feito sem licitação e sem divulgação no Portal da Transparência, o governo Ratinho Junior contratou, por R$ 2.700 milhões, uma emissora de televisão que não tem sinal em 114 municípios do Paraná para transmitir aulas aos(às) estudantes da rede pública estadual, durante o período de isolamento social devido a Covid-19.

As informações estão disponíveis no site da própria emissora, a TV Record, na página “Atlas de cobertura” e podem ser pesquisadas e baixadas por qualquer pessoa.

Além do gasto alto e sem transparência e do alerta de especialistas de que essa modalidade de ensino não é indicada para crianças e adolescentes, os(as) estudantes de cerca de um terço dos municípios do estado ficam excluídos do acesso às aulas pela televisão.

Nas redes sociais, muitas críticas. A usuária Kelli Cristina afirma que os estudantes não estão conseguindo aprender. “Nao ,funciona a tv, YouTube trava, os alunos do ensino médio estão reclamando que não conseguem entender”, comentou. Outra usuária, carla Letnar, definiu a proposta como uma porcaria. “NÃO FUNCIONA! O aplicativo não funciona e as aulas na TV ficam sem áudio! Porcaria!”, criticou.

Leia também: Ratinho reajusta em 200% valor de contrato feito sem licitação para ensino a distância que não funciona

De acordo com as informações encontradas até o momento, o projeto de ensino a distância do governo já destinou para empresas privadas cerca de R$ 24 milhões dos recursos da educação pública.

Desse total, a maior parte (R$ 21 milhões) vai para empresas de telefonia móvel, para o uso de dados pelo aplicativo Aula Paraná. Além do gasto com a emissora de televisão (TV Record), outros R$ 300 mil vão para a IP-TV LTDA, para a construção de uma “plataforma de streaming que dialogue com as operadoras de telefonia móvel”.

Saiba mais: Sem licitação, Ratinho torra mais de R$ 22,1 milhões para implantar EaD que não funciona

Para o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão, o governo está se aproveitando calamidade de saúde para acelerar o projeto de destruição da educação pública do Paraná. Segundo ele, as decisões têm sido tomadas por decreto, sem ouvir os(as) profissionais e especialistas da educação.

“Essa educação a distância que o secretário Renato Feder está impondo não foi debatida com a categoria. Não foi levada em consideração as realidades dos nossos estudantes e das nossas escolas. Portanto, é importante suspender o calendário e pensarmos juntos a melhor forma, para a categoria e para os estudantes, de fazer a reposição das aulas após o período de isolamento social”, afirmou.

EaD que não funciona

Implantado sem diálogo com a comunidade escolar, o projeto de ensino a distância do governo tem gerado transtornos e reclamações. O aplicativo Aula Paraná recebeu nota 1,5 na avaliação dos estudantes que fizeram a instalação da ferramenta.

Pelo aplicativo, estudantes também foram expostos a mensagem de pornografia e chamamento para suicídio coletivo. O caso foi registrado em Londrina e deixou pais(mães) revoltados.

Saiba mais: EaD: Governo Ratinho expõe estudantes a mensagens de suicídio e pornografia

Já os(as) que conseguem assistir as aulas transmitidas pela televisão reclamam desde a qualidade da imagem até a metodologia, que não permite tirar dúvidas com o(a) professor(a).

Em nota, a União Paranaense dos Estudantes (UPES) também se manifestou contrária ao ensino a distância adotado pelo governo.

O Ministério Público aceitou denúncia feita APP-Sindicato contra a implantação dessa modalidade de ensino, que exclui os(as) estudantes que não têm recursos tecnológicos ou acesso a internet.

A secretária Educacional da APP-Sindicato, professora Taís Mendes, explica que o sindicato se posicionou contra a proposta de EaD e defende a reposição das aulas com a interação presencial entre estudantes e professores(as), após o fim do isolamento social.

“A imensa maioria de nossos professores não teve formação em educação a distância. Nossas escolas não estão organizadas e preparadas para realizar um planejamento em EaD. Como as nossas escolas vão orientar nossos estudantes? A imensa maioria dos estudantes não têm recursos necessários para realizar as atividades a distância”, explica.

Leia também

 

Lista dos municípios sem cobertura da Record no Paraná

Adrianópolis
Altamira do Paraná
Alto Paraíso
Alto Piquiri
Altônia
Alvorada do Sul
Antônio Olinto
Arapuã
Ariranha do Ivaí
Barra do Jacaré
Bela Vista da Caroba
Bituruna
Boa Esperança do Iguaçu
Boa Ventura de São Roque
Boa Vista da Aparecida
Bom Jesus do Sul
Campina da Lagoa
Campina do Simão
Cândido de Abreu
Candói
Cantagalo
Cerro Azul
Céu Azul
Cidade Gaúcha
Conselheiro Mairinck
Coronel Domingos Soares
Cruz Machado
Cruzeiro do Iguaçu
Cruzmaltina
Curiúva
Diamante do Norte
Diamante do Sul
Douradina
Doutor Ulysses
Enéas Marques
Esperança Nova
Espigão Alto do Iguaçu
Faxinal
Figueira
Flor da Serra do Sul
Foz do Jordão
Francisco Alves
General Carneiro
Goioxim
Grandes Rios
Guaraniaçu
Icaraíma
Imbituva
Inácio Martins
Ipiranga
Iporã
Itambaracá
Itaúna do Sul
Ivaiporã
Ivaté
Jaboti
Japira
Laranjal
Laranjeiras do Sul
Lidianópolis
Lunardelli
Manfrinópolis
Manoel Ribas
Marilena
Marmeleiro
Marquinho
Mato Rico
Nova Cantu
Nova Esperança do Sudoeste
Nova Laranjeiras
Nova Olímpia
Nova Prata do Iguaçu
Nova Tebas
Palmital
Paula Freitas
Paulo Frontin
Pérola d’Oeste
Pinhal de São Bento
Pinhalão
Porto Barreiro
Porto Rico
Porto Vitória
Pranchita
Primeiro de Maio
Querência do Norte
Reserva do Iguaçu
Rio Bonito do Iguaçu
Rio Branco do Ivaí
Roncador
Rosário do Ivaí
Salgado Filho
Salto do Itararé
Salto do Lontra
Santa Cruz de Monte Castelo
Santa Isabel do Ivaí
Santa Izabel do Oeste
Santa Maria do Oeste
Santa Mônica
Santana do Itararé
São João do Triunfo
São Jorge do Patrocínio
São José da Boa Vista
São Manoel do Paraná
São Pedro do Paraná
Sapopema
Saudade do Iguaçu
Sengés
Sulina
Tapira
Terra Roxa
Três Barras do Paraná
Tunas do Paraná
Ventania
Virmond

Fonte: Atlas de cobertura