Sindicato realiza visitas em escolas durante a semana pedagógica

Durante as visitas, os dirigentes sindicais realizam um panorama sobre as lutas do Sindicato, além de fazer uma analise de conjuntura com os(as) educadores(as)

Foto: APP-Sindicato

Nesta terça-feira (04), dirigentes estaduais da APP-Sindicato realizaram visitas em escolas para apresentar todas as ações do Sindicato e os desafios para este ano letivo. As idas aos Colégios Estaduais devem seguir ao longo da semana. Além de denunciar o ataque as entidades sindicais, promovida pelo decreto 3808/2020, o Sindicato manifesta posicionamento contrário as políticas do secretário da educação, Renato Feder, que persegue trabalhadores(as) da educação.

A secretária de organização, Professora Tereza Lemos, enfatiza que o diálogo nas escolas têm sido proveitosos. “Nós estamos iniciando o ano letivo de 2020 e a APP-Sindicato têm visitado o maior número de escolas, para que possamos realizar o trabalho sindical, denunciando o desmonte da educação pública no Paraná e no Brasil. Visitamos diversas escolas os dois dias da semana pedagógica e os debates têm sido muito bons. Estamos trabalhando para que seja feita a eleição das comissões sindicais escolares”.

A secretária destaca ainda a importante a união da categoria para fortalecer ainda mais o sindicato, neste momento de ataques aos direitos dos(as) trabalhadores(as) e reformas implementadas pelo governo estadual e governo federal, além de consolidar a luta contra a política educacional e empresarial implementada pela Secretaria de Estado da Educação (Seed). “É de fundamental importância que tenhamos uma organização por local de trabalho, que é a comissão sindical escolar. Amanhã começam as aulas, mas nós vamos continuar com as visitas e fazendo o trabalho de base nas escolas. É importante denunciar o desmonte da educação e também o ataque de Ratinho aos sindicatos com esse decreto que burocratiza o desconto da contribuição sindical”.

Recadastramento

Na prática, o recadastramento promoverá a suspensão do desconto já autorizado, o que impactará diretamente no enfraquecimento financeiro das Associações e Sindicatos, para que o governo possa realizar a retirada de direitos dos trabalhadores sem ser questionado.


Confira mais notícias sobre as lutas do Sindicato:

Confira mais sobre a temática:

:: Dias pedagógicos: debate por uma educação humanizadora e com princípios sociais
:: Servidores(as) denunciam prática antissindical em primeira sessão da Alep
:: Governo prorroga por 30 dias prazo de decreto antissindical
:: FES realiza mobilização para denunciar prática Antissindical de Ratinho
:: Governo Ratinho Jr (PSD) completa um ano de retrocessos na educação
:: FES se reúne com Ministério Público do Trabalho contra medida antissindical de Ratinho Jr.
:: Sindicatos e associações lutam contra decreto que ameaça direito dos(as) servidores(as)