Servidores(as) pressionam deputados(as) pelo pagamento da Data-Base e promoções e progressões

Servidores(as) pressionam deputados(as) pelo pagamento da Data-Base e promoções e progressões

Segundo o líder do governo, é provável que liberação de promoções e progressões seja anunciado ainda esta semana

A coordenação do Fórum das Entidades Sindicais (FES) esteve nesta segunda-feira (29) na Assembleia Legislativa, com a finalidade de pressionar parlamentares sobre as pautas dos(as) servidores(as) públicos(as) do Paraná.

“Viemos em busca de resposta às nossas pautas. Trouxemos o pleito da implantação da data base deste ano, dentro do índice que é possível pela lei eleitoral (3,39%)”, disse Walkíria Mazeto, presidenta da APP.

“Defendemos também que o governo anuncie o quanto antes as promoções e progressões que já se comprometeu em implantar e pagar, de 2021 e 2022.”, afirmou Walkíria. Ela defendeu junto aos parlamentares governistas que a liberação dessas progressões e promoções seja retroativa a agosto. 

Os(as) dirigentes do FES apresentaram aos parlamentares a necessidade de incluir na lei orçamentária do ano que vem  a previsão de recursos para a Data-Base de 2023, além de progressões, promoções, quinquênios e anuênios.

Outro tema tratado na reunião foi a desoneração dos(as) aposentados(as) e pensionistas até o teto do INSS (R$ 7.087,22). Atualmente, eles descontam 14% sobre a parcela do salário que ultrapassa três salários mínimos.

“Trouxemos aqui nossa luta, nosso empenho e insistência para que o governo respeite as legislações vigentes, respeite os(as) servidores(as), implante a Data-Base deste ano e faça a previsão da data base para o ano que vem, assim como das promoções e progressões, e realize os concursos públicos que todas as categorias precisam para reposição de pessoal”, resumiu Walkíria.

A luta continua nesta terça-feira (30), com ato estadual em Curitiba, com concentração na Praça 19 de Dezembro às 8h30.

MENU