Seminário em Curitiba vai debater plataformização, vigilância e soberania digital na educação

Seminário em Curitiba vai debater plataformização, vigilância e soberania digital na educação

Secretária Educacional da APP-Sindicato, Vanda Santana, participará da Mesa 2 do Seminário Soberania Digital e Tecnodiversidade

Plataformização, vigilância e soberania digital na educação serão tema de debate no dia 20 de maio em Curitiba, durante o Seminário Soberania Digital e Tecnodiversidade – Alternativas a Partir da Periferia do Capitalismo.

A secretária Educacional da APP-Sindicato, Vanda Santana, participará da Mesa 2, que acontecerá das 18h30 às 20h. Organizado pela Rede de pesquisa em Governança da Internet, o encontro será no Campus Rebouças da Universidade Federal do Paraná (rua Rockefeller 57, sala 232A). 

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas aqui

“Relatos de professores e estudantes evidenciam uma crescente insatisfação com a obrigatoriedade de uso de pacotes de plataformas digitais, associada à imposição de metas, recompensas e punições àqueles que se recusam a aderir”, registra o material de divulgação do evento.

A plataformização na educação pública tem gerado preocupações com a padronização dos conteúdos, formatos didáticos e monitoramento das emoções dos estudantes por meio de tecnologias de reconhecimento facial, entre outros pontos.

O objetivo da Mesa 2 é abordar as principais questões da plataformização, como seu alto custo, a eficácia questionável e os algoritmos que as controlam, além da violação à soberania digital diante da adoção de tecnologias controladas por grandes empresas globais.

Os debates dessa Mesa serão mediados por Carolina Israel (UFPR/REDE/Lavits) e Rodrigo Firmino (PUCPR/Lavits). Além de Vanda Santana, participarão Carol Dartora (deputada federal), Rafael Evangelista (CGI.br/Unicamp/Lavits) e Mariana Chagas (presidenta da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas).

Programação

O encontro começará às 9h do dia 20, com um café de recepção aos participantes. A partir das 9h terá início a oficina Apropriação de Tecnologia, Redes Autônomas e Soberania Digital. Das 14 às 15h30 acontecerá a Mesa1, com o tema Reconhecimento Facial e Segurança Pública no Brasil.

O Seminário é uma parceria entre a Rede de Pesquisa em Governança da Internet, a Lavits e a Rede pela Soberania Digital. A proposta é reimaginar o futuro e as possibilidades de pesquisa-ação, a partir do diálogo entre a comunidade científica e tecnológica, ativistas, movimentos sociais e organizações da sociedade civil.

A Rede de Pesquisa em Governança da Internet é um grupo autônomo e transdisciplinar formada por pesquisadores(as) que buscam discutir as dimensões tecnopolíticas da rede mundial de computadores e suas consequências técnicas, sociais, econômicas e nas políticas públicas.

Isso vai fechar em 0 segundos

MENU