Semana Freiriana celebra 99 anos de Paulo Freire

O evento é um ensaio para o centenário do educador, que será comemorado em 2021

Em função do mês das  jornadas latino-americanas de luta em defesa da educação pública, gratuita, laica e emancipatória, contra a comercialização e a privatização, a Confederação Nacional dos Trabalhadores(as) em Educação (CNTE) realizará a Semana Freiriana e lutas pela vida e pela educação pública, de 14 a 19 de setembro. A ação tem como objetivo celebrar os 99 anos de nascimento de Paulo Freire e preparar os(as) trabalhadores(as) para o centenário do principal educador da história brasileira.

A programação envolve as entidades do movimento educacional brasileiro, reunidas no Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE) e está aberta à participação de todo o povo brasileiro para reivindicar, anunciar, denunciar, agitar, mobilizar e fortalecer as lutas por Justiça Social. O presidente da APP-Sindicato, Professor Hermes Leão, enfatiza que em um momento que a educação é considerada inimiga número 1 do governo Bolsonaro, a Semana Freiriana é um ato de resistência e luta, principalmente por um ensino emancipador e democrático.

“Neste contexto e diante dos ataques que a educação pública vem sofrendo, precisamos intensificar o chamamento da participação, tanto da comunidade escolar, mas também da sociedade em geral. Precisamos que o Estado garanta condições de acesso e de permanência, para que possamos avançar no ensino e aprendizagem nas escolas pública”, destaca Hermes Leão.

Confira a programação:

14 de setembro

No primeiro dia de campanha a CNTE vai denunciar a incompetência do Ministério da Educação (MEC) e demonstrar a insatisfação nas ruas, com uma intervenção artística em frente ao MEC, e nas redes, com um tuitaço programado para às 15h – #MecIncompetente.

15 de setembro

É o Dia Nacional de Mobilizações da Educação em Defesa da Vida – nesta data, a CNTE vai reivindicar a aplicação de medidas necessárias para salvar vidas e garantir o direito à educação pública para todos e todas. Em muitos municípios e estados, governos estão marcando retorno às aulas presenciais sem oferecer condições de segurança. A CNTE reforça que aulas podem ser repostas, vidas não – e cobra responsabilidade estatal. 

16 de setembro

A International da Educação para a América Latina (IEAL) e a Rede Latino-Americana de Estudos sobre o Trabalho Docente (RED ESTRADO) vão transmitir a LIVE comemorativa rumo ao centenário de Paulo Freire às 11h. Evento será retransmitido pelo Facebook da CNTE.

Desde 2017 a IEAL e a RED ESTRADO promovem mobilização continental em memória de Paulo Freire, patrono latino-americano da educação. No centenário do nascimento de Paulo Freire em 2021, a América Latina se reunirá em Recife, Brasil, para lembrar e manter vivo o legado do Professor Freire.

17 de setembro

A CNTE se soma às frentes parlamentares e movimentos da educação para pedir orçamento digno para a educação e respeito à legislação das instituições de ensino. O Ato Virtual em Defesa de um Orçamento Justo para a Educação será às 18h. Leia o manifesto: http://bit.ly/manifesto_educacao_direito e acesse o abaixo-assinado: http://bit.ly/defendaeducacao

18 de setembro

Lançamento da Conferência Nacional Popular de Educação – CONAPE-2022.

19 de setembro

No encerramento da semana, a CNTE vai fortalecer as lutas em defesa da Justiça Social e divulgar em suas redes sociais campanhas de solidariedade, em defesa da taxação das grandes fortunas, pelo fim da Emenda Constitucional 95, pela reforma tributária justa e solidária, pela manutenção dos R$600 de auxílio emergencial, em defesa de uma política de segurança alimentar e nutricional, pelo fim dos despejos durante a pandemia, dentre outros temas que promovem justiça social.