Seed publica editais PSS de Agentes Educacionais I e II para substituir QFEBs em licença 

Seed publica editais PSS de Agentes Educacionais I e II para substituir QFEBs em licença 

Contratados(as) vão substituir servidores(as) do Quadro de Funcionários da Educação Básica (QFEB) em afastamento ao longo do ano 

O governo do Paraná publicou editais de Processo de Seleção Simplificada (PSS) para contratar profissionais que vão atuar nas funções de agente educacional 1 e 2 nas escolas da rede estadual.

Será o fim da terceirização? Infelizmente não. Os(as) contratados(as) vão substituir servidores(as) QFEB em afastamento ao longo do ano, uma vez que terceirizados(as) não podem ocupar cargos de concursados em licença.

A luta da APP continua para revogar a desastrosa extinção das carreiras e a terceirização, marcadas pelo desrespeito aos direitos trabalhistas e graves prejuízos à educação pública. Defendemos a imediata realização de concursos públicos para todos os profissionais da educação, suprindo as reais necessidades da rede.

>> Edital 10 (Agente Educacional I)
>> Edital 09 (Agente Educacional II)

Saiba mais sobre os editais

Não há taxa de inscrição, que pode ser realizada das 9h do dia 9 de março até as 18h do dia 15 de março.

O Edital 9/2023 visa a contratação temporária para o exercício da função de Assistente Administrativo (Agente II). São pelo menos 200 vagas nos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs), oriundas de afastamentos temporários, capacitação e licenças concedidas a servidores(as) QFEB.

Os rendimentos oferecidos são de R$ 1.554,33, parcela complementar de R$ 62,67, mais vale-alimentação de R$ 106,86 e auxílio-transporte de R$ 191,16

O Edital 10 torna pública a realização de Processo Seletivo Simplificado (PSS) visando a contratação temporária para o exercício da função de Auxiliar de Serviços Gerais (Agente I). Há pelo menos 200 vagas nos 32 NREs. Os rendimentos oferecidos são R$ 1.067,31, parcela complementar de R$ 549,69, mais R$ 106,86 de vale alimentação e R$ 191,16 de auxílio transporte.

A APP defende o fim da terceirização de trabalhadores(as) e a realização de concursos públicos para professores(as) e funcionários(as) que supram as necessidades reais das escolas da rede pública estadual.

Isso vai fechar em 0 segundos

MENU