Seed ameaça fechar Ceebja de Dois Vizinhos; comunidade escolar se mobiliza para barrar ataque APP-Sindicato

Seed ameaça fechar Ceebja de Dois Vizinhos; comunidade escolar se mobiliza para barrar ataque

O anúncio da Seed gerou revolta entre os estudantes, já que pegou de surpresa os(as) alunos(as), muitos dos quais já realizaram a rematrícula para o ano de 2024

Foto: NS Francisco Beltrão

:: Receba notícias da APP por Whatsapp ou Telegram

Mais um Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos (Ceebja) entrou na mira do governo de Ratinho Júnior. Desta vez, o Ceebja de Dois vizinhos é o alvo.

Na última segunda-feira (20), o Núcleo Regional da Educação de Dois Vizinhos realizou uma reunião com estudantes, professores(as) e funcionários de escola para anunciar o fechamento da unidade. De acordo com as informações do NRE, a intenção da Seed é transferir a modalidade para outro prédio em modelo de EJA.

O anúncio da Seed gerou revolta entre os estudantes, já que pegou de surpresa os(as) alunos(as), muitos dos(as) quais já realizaram a rematrícula para o ano de 2024. De acordo com o Núcleo Sindical de Francisco Beltrão, as informações foram repassadas sem qualquer documento oficial.

“O prédio em que o Ceebja está sediado é do Estado e, pelo o que deu para entender, foi passado para o município, sem documentação, sem nenhuma formalização de nada”, explica a secretária geral do NS Francisco Beltrão, professora Salete Chocailo.

Atualmente o Ceebja atende quase 400 alunos(as) de diversos municípios da região, estudantes esses que, em sua maioria, são trabalhadores(as), mães e pais que não tiveram a oportunidade de estudar na idade adequada e hoje retornam na expectativa de concluir e realizar o sonho de ter um diploma.

“Eles estão desesperados porque é algo tão triste, já que depois de tanto tempo os estudantes conquistaram esse espaço, voltaram a estudar. Sabe-se lá quantos percalços eles passaram para voltar a estudar e ter essa oportunidade de estar ali. Tem um senhor que deu um depoimento que ele quer terminar, ele era pedreiro e quer começar um curso de engenharia, com 70 anos de idade. Então são sonhos que as pessoas, por mais idade que tenham, elas ainda têm e estão tirando o direito delas de estudar”, completa Salete.

Em resposta, a comunidade escolar do Ceebja está mobilizada para garantir que a unidade seja mantida. O Conselho Escolar do colégio enviou à Seed um documento solicitando a manutenção da escola no atual endereço.

Uma intervenção na Câmara Municipal de Dois Vizinhos está marcada para o próximo dia 4 e mobilizações em frente ao NRE estão no horizonte.

Na participação na sessão, uma carta de uma estudante deverá ser lida para os(as) vereadores(as) e a comunidade escolar deverá comparecer com cartazes exigindo respeito ao CEEBJA Dois Vizinhos.


:: Leia mais:

:: “Como se destrói um sonho”: escritora de Curitiba reúne relatos de estudantes de EJA abandonados(as) pelo Estado
:: “Vou abrir mão do meu sonho”; encerramento da EJA no João Paulo II obriga estudante a abandonar ensino médio
:: “Empurrados para a evasão”: fechamento do CEEBJA Mandirituba coloca em risco 32 anos de história e futuro de 180 estudantes
:: Governo Ratinho Jr. decide fechar as portas para educação de jovens e adultos em nove escolas de Curitiba

MENU