São José dos Pinhais suspende aulas municipais. Cidade já tem três casos confirmados da variante Delta

São José dos Pinhais suspende aulas municipais. Cidade já tem três casos confirmados da variante Delta

"O momento ainda não oferece segurança aos estudantes e profissionais de educação para um retorno presencial ou semipresencial", afirma a Secretaria Municipal de Educação

📷 Divulgação

Seguindo as orientações do  Conselho Municipal de Educação,  do Conselho Municipal de Saúde do Município e da Secretaria Municipal de Saúde, no Ofício 148/2021 (veja abaixo o documento), a prefeitura de São José dos Pinhais suspendeu, por tempo indefinido, as aulas da rede municipal de ensino da cidade por conta da pandemia.

A direção regional da APP-Sindicato participou, a cerca de um mês, de uma reunião com o secretário municipal de Educação Aldrian Matoso e com o vice-prefeito Assis Manoel Pereira para expor as propostas do Sindicato sobre um retorno às aulas de forma segura. “Foi uma reunião muito positiva, onde apresentamos o estudo do cientista Lucas Ferrante. Com base nos dados e na defesa da APP-Sindicato sobre os cuidados com a vida, fizemos a defesa pela suspensão das aulas presenciais. A nossa defesa foi aceita e não apresentou contrariedade aos nosso argumentos, o secretário frisou que o posicionamento da secretaria era muito semelhante ao nosso”, afirma da presidenta do NS Simone Barbosa.

A convite do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsep), a APP-Sindicato apresentou a defesa na Comissao de Educação na Caâmara de Vereadores. NA ocasião, o presidente da Comissão de Educação da Câmara, vereador Professor Wellington, destacou que “faz-se muito importante a cautela nesse momento, não podemos falar em recuperar depois. É tempo de prudência, a vacina está chegando, em questão de semanas todos nós estaremos vacinados. A vida precisa ser valorizada”, conforme divulgação da Assessoria de Imprensa da prefeitura. (Veja aqui as falas da audiência pública de retorno às aulas).
A presidenta do NS, reforça que diante da notificação dos primeiros casos da nova variante do coronavírus, a Delta, foi necessário intensificar as mobilizações pela suspensação, que efetivamente aconteceu no último dia 15. “Visando a manutenção da vida das nossas crianças e estudantes, bem como as dos profissionais de educação. Seguiremos sim as orientações destas entidades que representam a ciência. Eles nos trazem dados científicos que nos recomendam que, este ainda não é o momento de retornar às aulas na forma presencial ou semipresencial”, afirma o secretário municipal de Educação Aldrian Matoso.
No entanto, as escolas estaduais do município seguem aberta. A APP-Sindicato segue o diálogo com a comissão de Educação da Camara e com a prefeita para apresentar a defesa do fechamento das escolas estaduais em São José dos Pinhais. “Estamos diante de um momento onde, apesar da vacinação já ter começado, a nossa categoria não conta com a imunização completa e há o agravante da nova variente. A preocupação é com a vida”, afirma Simone.
Variante Delta – Delta é a forma como ficou conhecida a variante B.1.617.2, uma cepa do altamente contagiosa e possivelmente mais letal que as demais. A Organização Mundial da Saúde chamou essa versão do vírus de “a mais rápida e adequada”. Isso porque a Delta é 75% mais contagiosa do que a cepa original de SARS-CoV-2. Além disso, se espalha 50% mais rápido do que outras variantes.
A Secretaria da Saúde do Paraná confirmou neste sábado (17) o primeiro caso da variante, o nono do estado, em São José dos Pinhais, outros dois casos já foram confirmados nesta semana.