Saiba o que levará aposentados(as) às ruas de Curitiba nesta terça (07) e quarta (08)

Saiba o que levará aposentados(as) às ruas de Curitiba nesta terça (07) e quarta (08)

Professores(as) e funcionários(as) aposentados(as) farão protesto contra confisco salarial

Junho de lutas começou e quem puxa a frente das manifestações que acontecem neste mês são os(as) educadores(as) aposentados(as). No Paraná, os(as) servidores(as) estão há seis anos sem recomposição das perdas inflacionárias. Além disso, aposentados(as) estão pagando o que já contribuíram quando estavam na ativa.

A política de arrocho sobre os(as) educadores(as) aposentados(as) começou em 2019 quando Ratinho Jr. e sua base aliada na Assembleia Legislativa aprovaram desconto de 14% sobre a parcela do salário que ultrapassasse três salários mínimos. A reivindicação do Sindicato é que esse desconto ocorra apenas sobre a parcela que exceder R$ 7 mil, o teto estipulado do INSS.

“Isso não tem razão de ser, nós já contribuímos uma vida inteira. Portanto, agora nós precisaríamos ter esse reconhecimento do governo do Estado”, pontua a secretária de Aposentados(as) da APP-Sindicato, professora Maria Adelaide Mazza Correia

A APP  cobra também o pagamento da Data- Base, direito devido aos(às) aposentados e servidores(as) da ativa, por isso realizará uma grande Marcha no Centro Cívico. Educadores(as) aposentados(as) de todo o Paraná desembarcam em Curitiba às 9h para a luta.

O protesto também contará com visitas aos gabinetes dos(as) deputados(as) para cobrar a valorização de quem dedicou a vida à educação. É hora de mostrar ao governador e seus aliados que não aceitamos este abandono. Aposentados(as) sim, inativos(as) jamais!

MENU