Saiba como a Reforma Administrativa atinge você, educador(a)

Saiba como a Reforma Administrativa atinge você, educador(a)

As mudanças mexem no bolso e na carreira de professores(as) e funcionários(as), da ativa e aposentados(as)

Imagem: Divulgação

Em fase avançada de discussão no Congresso Nacional, a Reforma Administrativa (PEC 32) de Paulo Guedes e Bolsonaro representa mais um duro ataque à carreira dos(as) profissionais da educação.

Por trás do verniz modernizante, a PEC vai manter os privilégios do alto escalão, inviabilizar as carreiras verdadeiramente de Estado e escancarar as portas para a privatização, a corrupção, a rachadinha e o apadrinhamento político e ideológico.

Resumimos como a Reforma afetará você se for aprovada. Confira:

Impactos para educadores(as) da ativa:

  • Extinção gradual dos planos de carreira, extinção do Regime Jurídico Único e fim da estabilidade e dos concursos públicos;
  • Fim da evolução de carreira exclusivamente por tempo de serviço;
  • Ampliação da privatização, das terceirizações e dos vínculos precários
  • Novos contratos aumentarão o déficit da Previdência e podem levar ao aumento da contribuição para a aposentadoria;
  • O servidor(a) poderá sofrer perseguição política e ser desligado;
  • Sindicatos serão fragilizados com a fragmentação das modalidades de contrato; grevistas podem ser substituídos por contratos frágeis e temporários.

Impactos para educadores(as) aposentados(as):

  • Novos vínculos ampliarão déficit no Regime Próprio da Previdência, o que pode inviabilizar o pagamento de aposentadorias e pensões;
  • Pela mesma razão, poderá haver o fim da paridade nos salários entre servidores(as) da ativa e aposentados(as), levando a uma estagnação ainda maior dos proventos;
  • Déficit do RPPS poderá levar a novo aumento das contribuições previdenciárias.

Defenda os serviços públicos!

Cobre do(a) seu(sua) deputado(a) o voto contrário à PEC 32. Acesse este link e cobre do(a) seu(sua) deputado(a) o voto contrário à medida.

Acompanhe, reaja, mande mensagem. Juntos(as) somos mais fortes!

>>Leia também:

:: Reforma Administrativa ameaça a democracia

::Carreiras e estabilidade em risco: novo relatório da PEC 32 legaliza terceirizações e privatizações na educação

 ::Educadores se mobilizam para barrar aprovação da PEC 32