Reunião do FES com o governo resulta em equipe de trabalho

Reunião do FES com o governo resulta em equipe de trabalho


Na tarde desta segunda-feira (07), integrantes do Fórum das Entidades Sindicais (FES) participaram de uma reunião de negociação da pauta das categorias de servidores(as) do Estado.

O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, apresentou mais uma vez os dados da situação financeira do Estado, do ponto de vista do governo. No entanto, o assessor financeiro da APP, o economista Cid Cordeiro, destacou as divergências nos dados apresentados e ressaltou que o governo tem total condições de pagar as dívidas com os(as) servidores(as) públicos(as).

A professora Marlei Fernandes de Carvalho, presidente do FES e sec. de Finanças da APP-Sindicato, além de apontar os itens emergenciais da pauta, destacou a necessidade de reuniões regulares na Casa Civil, já que a pauta dos(as) servidores(as) não se limita apenas à pauta emergencial. “Existe a urgência no pagamento de itens essenciais para os servidores. Queremos o pagamento das promoções e progressões, o pagamento da data-base, a equiparação salarial para aqueles que recebem menos que o salário mínimo regional, além do pagamento da diferença do auxílio transporte”.

No fim da reunião, ficou deliberada a criação de um grupo de trabalho, com integrantes da Sec. de Administração (Seap), Sec. da Fazenda (Sefa) e do FES (Marlei Fernandes, Elaine Rodela, Donizete Silva, Gracy Kelly, Gilson Guimarães). As atividades do grupo iniciam amanhã (08) e devem apresentar, até o dia 18 de novembro, propostas a serem debatidas em mesa de negociação. O secretário da Fazenda destacou que o governo tem o valor de R$1,4 bilhão para fazer o pagamento das dívidas com os(as) servidores(as), mas que também pode ter valores superiores.  O FES destacou a importância do governo abrir o debate sobre  todas as dívidas, além de ser necessário avançar nas propostas para zerar as dívidas do governo com os(as) servidores(as).

Participaram da reunião: Coordenadores(as) do FES, o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão, deputado estadual Professor Lemos, assessor financeiro do FES, Cid Cordeiro, deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, sec. de Comunicação, Marcio Souza Villela, sec. de Planejamento, Cyllêneo Pessoa Pereira Junior, sec. da Fazenda, Mauro Ricardo, sec. de Educação, Ana Seres, representantes dos(as) servidores(as) das Universidades Estaduais e assessorias técnicas.

MENU