Ratinho Jr. quer militarizar mais 25 escolas ainda em 2023

Ratinho Jr. quer militarizar mais 25 escolas ainda em 2023

Não há paz para a comunidade escolar do Paraná. Governo aposta novamente no modelo falido e autoritário de escolas cívico-militares

Menos de vinte a quatro horas após 84 colégios paranaenses serem militarizados, por meio de uma consulta antidemocrática e violenta que dividiu escolas e famílias, o governo se movimenta para extinguir a gestão democrática em outros 25 colégios de 21 cidades.

Há suspeitas de que realização da consulta sobre o modelo cívico-militar nas novas escolas atenda a pedidos de vereadores e deputados ligados ao bolsonarismo.

Ao ceder, Ratinho Jr. transforma a educação pública em um campo de batalha ideológico para angariar capital político.

Trata-se de uma lógica nefasta e totalmente dissociada de qualquer objetivo pedagógico, que tem exposto à comunidade escolar a grupos extremistas e invasões.

Ratinho Jr. e o secretário Roni Miranda colocam a saúde e a segurança de estudantes e educadores(as) em risco a serviço de um projeto pessoal. Beira a insanidade.

Nossas escolas estão trabalhando para encerrar o ano letivo após um período marcado por extrema sobrecarga e pressão por metas e resultados. Mas se veem tragadas para uma guerra que não é delas.

Não é uma batalha que gostaríamos de travar. Mas é o que será. Convocamos não só os(as) pais, estudantes e educadores(as) a repudiarem esta lógica perversa, mas a toda a sociedade. À luta!

 

Datas da consulta:

  • 11 e 12 de dezembro para as escolas de Serranópolis de Iguaçu e Terra Rica;
  • 14 e 15 de dezembro para as demais escolas

Relação das escolas:

  • Almirante Tamandaré – Rosa F Johnson, E E Profa-Ef
  • Alto Paraná – Agostinho Stefanello, E E-Ef
  • Arapongas – Julia Wanderley
  • Campo Magro – Emília Buzato, C E-Ef M Profis
  • Curitiba – Dirce C Do Amaral, C E Profa-Ef M Profis
  • Diamante Do Sul – Osório Duque Estrada, C E-Ef M
  • Guarapuava – Leni Marlene Jacob, C E Profa-Ef M Prof
  • Imbaú – Tancredo Neves, C E Pres-Ef M Profis
  • Londrina – Rio Branco, C E Bar Do-Ef M
  • Londrina – Newton Guimarães, C E Prof-Ef M
  • Londrina – Lauro G Da V Pessoa, E E Prof-Ef
  • Londrina – João Rodrigues Da Silva, C E Prof-Ef M
  • Manoel Ribas – Nereu Ramos, E E-Ef
  • Paranaguá – Roque Vernalha, E E Dr-Ef
  • Paranaguá – Vidal Vanhoni, C E Prof-Ef M
  • Ponta Grossa – Osorio, C E Gal-Ef M
  • Rondon – Castro Alves, C E – Em Profis
  • São Pedro Do Ivaí – Vicente Machado, C E C-Ef M
  • Salto Lontra – Jorge De Lima, E E-Ef
  • Santa Fe – Cecilia Meireles, E E-Ef
  • Santa Helena – Graciliano Ramos, E E-Ef
  • Serranópolis Do Iguaçu – CE Presidente Kenedy
  • Telêmaco Borba – Jardim Alegre, C E-Ef M Profis
  • Terra Rica – CE Santo Inácio De Loyola
  • Toledo – João Arnaldo Ritt, C E-Ef M

 

:: Leia mais:

:: Escola não é quartel: 7 motivos para dizer não às escolas cívico-militares

::Nova onda de militarização de Ratinho Jr. prevê abandonar 8 mil estudantes do ensino noturno

 

Isso vai fechar em 5 segundos

MENU