“Queremos uma nova proposta de semana pedagógica”, afirma APP-Sindicato

“Queremos uma nova proposta de semana pedagógica”, afirma APP-Sindicato

Sindicato apresenta análise e materiais para debate nas escolas

Semana Pedagógica 2018

O material de proposta da semana pedagógica 2018 apresenta a relação família-escola e o processo de aprendizagem como elementos essenciais da educação. A SEED argumenta que busca repensar metodologias que melhor atendam o contexto atual dos(as) estudantes, faz referência à era digital e lança nessa Semana Pedagógica dois aplicativos “Escola Paraná”. Estes propõem possibilitar a comunicação direta entre escola-família e entre os(as) professores(as), estudantes e famílias. Alegando que a facilidade de acesso da comunidade escolar às informações disponíveis estenderia a democratização das relações que visam a efetivação do trabalho coletivo escolar.

A secretaria argumenta, ainda, que a temática propõe reconhecer o direito de todos(as) à participação e de pensar formas mais horizontais de relacionamento na escola, que dimensionem o movimento para uma adesão ativa dos pais e/ou responsáveis, estudantes e profissionais da educação aos propósitos educativos da instituição escolar. Que oportunize um currículo centrado no estudante e em suas aprendizagens.

Trata-se, portanto, de potencializar as relações escolares para que os saberes se efetivem de fato. O que só é possível no confronto das ideias e na comunicação entre os sujeitos envolvidos, perpassando pelos espaços educativos da escola e da família, não podendo acontecer de forma isolada.

Porém, quando se visa uma gestão democrática plena é necessário levar em consideração que a sociedade não é homogênea e isso se expressa vividamente na comunidade escolar e , de forma mais visível ainda,  na escola pública, apresentando grandes desigualdades. Dentre elas a exclusão digital, que ainda é uma realidade presente, mesmo em um Estado como o Paraná. Isso se torna óbvio para quem já viveu o cotidiano de uma escola pública.

Sendo assim, entendemos que sejam louváveis a inovação e a tecnologia, mas apenas alguns instrumentos não resolvem a questão da democratização da gestão e as relações da comunidade com a escola, pois, muitos alunos sequer têm internet em suas casas.

Além disso, destacamos o fato de que a presença da comunidade na escola também é geradora de interação, humanização e novos saberes, propiciando momentos em que se conhecem os colegas dos alunos, os professores, o ambiente da escola, sua estrutura, sua realidade. Nesse contexto, acreditamos na participação democrática de toda a comunidade escolar, através de seus representantes eleitos em assembleia, ou em eleições diretas, nas instâncias colegiadas e nas reuniões para as quais são convidados.

Compreendemos a importância da contribuição cultural da comunidade para a escola, contudo, defendemos que a mesma seja um espaço de ruptura com senso-comum, através da construção do conhecimento científico em sala-de-aula. Ou seja, precisamos diferenciar a participação da comunidade na escola da sua interferência na autonomia pedagógica, própria do professor. Autonomia essa que restringe ao Projeto Político Pedagógico da Escola que fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares, LDB, e aos seus planejamentos de aula aprovados pela equipe pedagógica escolar.

Nesse contexto, ressaltamos que combateremos toda forma de “denuncismo” e perseguição aos profissionais da educação que compõem a rede!

Por outro lado, a proposta de semana pedagógica da SEED também desassocia o momento de formação dos(as) funcionários (as) da escola e professores(as), como se estes fizessem parte de realidades e cotidianos diferentes, desfaz-se dessa forma a construção coletiva do ato educativo que não se faz apenas em sala de aula e na figura do(a) professor(a), faz-se também na interação com todos os outros agentes escolares.

Sendo assim, sugerimos que uma nova proposta de Semana Pedagógica privilegie de fato a diversidade da comunidade escolar e todos os(as) sujeitos(as) que compõem o processo de ensino-aprendizagem para que se possa de fato construir uma gestão democrática e maior interação entre comunidade e escola.

 

Materiais de apoio:

  • Vídeo Semana Pedagógica 2018