Prestes a reabrir escolas e comércio, PR tem déficit de 1,3 mil leitos

Prestes a reabrir escolas e comércio, PR tem déficit de 1,3 mil leitos

Estado tem mais de cinco mil pessoas com Covid que aguardam leito hospitalar, mas tem 3.740 vagas disponíveis

Vagas em UTIs são raras. Foto: Giorgia Prates/Plural

Há menos de 48 horas de suspender o decreto que fechou escolas e o comércio não essencial, o Paraná vê uma piora dramática nos dados da pandemia de Covid-19 entre suas fronteiras. Mais de cinco mil pessoas com coronavírus (confirmado ou não) estão internadas ou precisam de leitos no Estado: um aumento de 65% em relação há 15 dias.

Só a fila de pessoas que aguardam leitos aumentou 454% no mesmo período e foi de 193 para 1.071 pacientes. Nesse cenário, o déficit de vagas no Paraná é de 1.302 vagas em UTIs e Enfermarias SUS, o que representa 35% do total de 3.740 leitos ativados.

Esse cenário de piora acontece apesar da abertura de mais leitos. De 22 de fevereiro a 8 de março, por exemplo, o Paraná ativou 232 leitos de UTI extras e mais 484 leitos de Enfermaria, mas o aumento no número de internados ficou maior. Só nas UTIs, o número de internação cresceu, no mesmo período, 25% e nas enfermarias 20,5%.

Por outro lado, o Estado tem um número de reprodução do vírus (R0) acima de 1, indicando uma aceleração no contágio – e a expectativa de piora nos números nos próximos dias. O R0 estava abaixo de 1 no início de fevereiro, mas entrou numa curva ascendente que permanece subindo.

O R0 avalia para quantas pessoas um paciente contaminado transmite a doença. Quando ele passa de 1 isso significa que o número de infectados está aumentando. Um R0 acima de 1 também representa uma situação em que órgãos como o CDC, nos EUA, não recomendam a reabertura das escolas.

Fonte: Plural Curitiba (https://bit.ly/38sUsIp)

Isso vai fechar em 5 segundos

MENU