Por escolas livres para aprender e ensinar, Gaudêncio Frigoto lança livro em Curitiba


(Foto: periodicos.fiocruz.br)

O professor doutor em Ciências Humanas e Educação, Gaudêncio Frigotto, estará em Curitiba nesta sexta-feira, 12 de maio, para o lançamento nacional do livro Escola “sem” partido – Esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Organizado por Frigotto e impresso pelo Laboratório de Políticas Públicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o livro reúne uma coletânea de artigos sobre o tema.

O lançamento faz parte do Seminário “Educação e Democracia em defesa da Escola Pública”, realizado pelo Núcleo Sindical Curitiba Sul da APP-Sindicato. O Seminário visa à preparação de educadoras e educadores para os desafios da escola e contará ainda com a participação da professora Mônica Ribeiro, doutora em educação pela UFPR.

Escola sem partido – No livro os autores buscam desmistificar os argumentos de quem alega que o ambiente escolar deve estar livre de discussões sobre diferentes visões de mundo, conhecimento, educação, justiça, partido, etnia, gênero enfim.  Câmaras legislativas e assembleias de todo o país já tratam de assuntos relacionados, sendo que em Alagoas já foi aprovada lei que impede a abordagem de assuntos que não estejam no conteúdo programático das disciplinas.

Para Gaudêncio Frigotto, uma escola sem partido é, na realidade, uma escola de um partido só. É uma escola da intolerância, em que todos devem rezar a mesma cartilha. Para ele, leis como a aprovada em Alagoas geram a idiotizarão de alunos e professores, que terão tolhido o direito fundamental à liberdade de aprender e ensinar.

Mais informações

Professora Natalia Silva – fone 41-99664-4045 ou 41-3322-0921