Plenária com aposentados(as) recorda 74 anos de luta da APP-Sindicato

Plenária com aposentados(as) recorda 74 anos de luta da APP-Sindicato

Na solenidade, além de educadores(as) aposentados(as), ex-presidentes da APP-Sindicato relembram histórias de lutas e conquistas

Durante a tarde desta quinta-feira (22), profissionais aposentados(as) e representantes da APP-Sindicato participaram de uma Plenária Estadual para rememorar os 74 anos de luta. Além de lembrar das lutas que os(as) educadores enfrentaram durante os últimos anos, os(as) participantes reforçaram a necessidade de se manter mobilizados junto a APP-Sindicato para lutar contra ameaças e retiradas de direitos.

Diante de um cenário de retrocesso e de muita luta de profissionais da ativa, mais de 120 educadores(as) aposentados(as) compartilharam suas vivências sobre a participação em mobilizações e atos da APP-Sindicato. Os(as) participantes ainda lembram de datas históricas, como o fatídico dia 30 de agosto de 1988, data em que o governo do Álvaro Dias ordenou que a Polícia Militar atacasse os(as) educadores(as) que se mobilizaram por melhorias salariais e condições de trabalho.

Com a proximidade do dia 29 de abril, os(as) presentes também relembraram do massacre causado pelo então governador, Beto Richa, que utilizando da violência como Alvaro Dias, atacou covardemente Professores(as), Funcionários(as) de Escola e estudantes que lutavam contra o ataque na previdência dos(as) servidores(as) do estado.   

“Hoje na plenária, iniciamos as homenagens a todos(as) que participaram da luta e rememoramos todos os momentos em que nossa categoria unida, venceu as adversidades”, comenta a secretária de Aposentados, Valci Matos.

Ainda no encontro, ex-presidentes da APP-Sindicato relembraram também das lutas e conquistas em suas gestões, enfatizando principalmente a necessidade de inspirar os(as) profissionais das próximas gerações, que enfrentam momentos sombrios, frente a uma escalada reacionária na política brasileira.

“Nós caminhamos pelas linhas que aqueles que nos antecederam deixaram e os próximos que virão ou que estão lutando agora, estão caminhando sobre as marcas dos que agora estão aposentados(as). O Sindicato é isso, uma construção coletiva onde aprendemos uns com os outros(as) e deixamos nosso legado. Agora os(as) que estão vivendo neste momento, em que temos perseguição e muita luta, a mensagem que deixamos é que todo governo passa”, destaca Valci Matos.

A plenária foi encerrada a partir do projeto Canta e Prosa, iniciativa construída a partir da secretaria de Funcionários(as) de Escola e secretaria de Aposentados(as).