NS de Guarapuava é notificado por cobrar posição de deputados(as)


Na última segunda-feira (16), o Núcleo Sindical da APP-Sindicato de Guarapuava foi notificado judicialmente por conta dos dois outdoors e dos 150 adesivos de carro, que cobravam a postura dos deputados Artagão Júnior (PMDB), Bernardo Carli (PSDB) e da deputada Cristina Silvestri (PPS) durante a greve geral da Educação.

A liminar, de autoria da deputada Cristina, obriga ao sindicato tirar os outdoors e todos os adesivos de carro sob pena de pagar multa diária no valor de R$ 3 mil, como explica a presidenta do NS de Guarapuava, professora Terezinha dos Santos Dalprai.

“Logo que recebemos a notificação, já comunicamos a categoria para que retirassem os adesivos. É claro que não temos o controle sobre todos os adesivos distribuídos, mas vamos ver. Também já entramos em contato com o nosso jurídico e vamos recorrer desta decisão. Entendemos que é uma liminar arbitrária, que fere a nossa liberdade de expressão, já que a única coisa que estávamos fazendo era evidenciando os deputados que não estiveram do lado do povo”.

Na arte do outdoor e dos adesivos havia os dizeres “ABC do Camburão”, fazendo referência às iniciais dos nomes dos três deputados estaduais do município. Os três estavam no camburão da Polícia Militar no dia 12 de fevereiro, para tentar votar, às escondidas e às pressas, o pacote de maldades do governador Beto Richa (PSDB).

Segundo a presidenta, a categoria está indignada. “Isso é censura à nossa liberdade de expressar a nossa opinião como educadores e cidadãos”, diz Terezinha. Já existe informações não oficiais que os outros dois deputados também entraram com pedido na justiça e logo o Núcleo será notificado.

“Comunicamos a todos os educadores e educadoras que colocaram em seus veículos o adesivo do ABC do Camburão que, em virtude da greve da educação e por determinação judicial, devem retirar, sob pena da APP ser multada em R$ 3 mil reais por dia”, diz o informe compartilhado pela professora Terezinha.