Novembro Negro: com êxito, APP encerrou o mês da consciência negra promovendo o debate racial em todo o estado APP-Sindicato

Novembro Negro: com êxito, APP encerrou o mês da consciência negra promovendo o debate racial em todo o estado

Importante instrumento na luta por uma educação plural, a pasta participou de atividades em escolas públicas, encontros e debates

>> Receba notícias da APP no seu Whatsapp ou Telegram

Concluindo mais um mês da Consciência Negra com êxito, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e Combate ao Racismo da APP percorreu diversas cidades do Paraná para reforçar a mensagem de luta por uma educação livre do racismo, machismo, homofobia e todo tipo de preconceito.

Importante instrumento na luta por uma educação plural, a pasta participou de atividades em escolas públicas, encontros e debates com entidades que compõe o movimento negro e formação com coletivos de educadores(as) e Núcleos Sindicais.

Entre as ações, a APP participou da Audiência Pública dos 20 anos da aprovação da Lei 0.639/03 e 11.645/08. Convocada pelo deputado estadual Renato Freitas (PT), a audiência debateu como a educação pública paranaense pode fortalecer a implementação da Lei nº 10.639/03, que incluiu no currículo da educação básica a obrigatoriedade do ensino de “História e Cultura Afro-Brasileira”.

Outro espaço importante de diálogo foi a formação sobre a “Interccionalidade: Recorte da Mulher Negra na piramide da sociedade e a Educação transformadora para uma Sociedade Antirracista”, promovida em parceria com a Rede de Mulheres Negras. 

Na ocasião, educadores(as) tiveram a oportunidade de aprofundar o debate sobre a questão racial, de gênero e como as duas questões têm papel fundamental na democratização do debate racial na educação.

Os Coletivos Antirracistas da APP desenvolveram ainda ações e encaminhamentos junto à categoria para garantir que a juventude negra seja ouvida e representada nos espaços educacionais. 

Por fim, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e Combate ao Racismo visitou escolas paranaenses para dialogar com estudantes e proporcionar um espaço de formação, auxiliando a equipe pedagógica das unidades, garantindo a concretização do papel de agente transformador do Sindicato, junto à educadores(as).

Para Celina Wotcoski, secretária de Promoção da Igualdade Racial e Combate ao Racismo, todo o trabalho da pasta no mês de novembro garantiram a valorização do debate e visibilidade da lei 10.639/03.

“Precisamos manter e fazer constantemente esse trabalho e que a cultura negra esteja mais presente no dia a dia de nossas escolas e de nossa sociedade. Fizemos as atividades em novembro, mas nosso objetivo é que esses trabalhos, essa dinâmica e debates ocorresse o ano todo”, finaliza a secretária da pasta.

Vale lembrar que o Sindicato compilou uma gama de materiais para que educadores(as) possam utilizar em sala de aula e garantir que a escola seja um espaço antirracista. 

>> Acesse o link e confira todo o material <<


:: Confira a linha do tempo das atividades:

– 8/11 – Coletivo de aposentadas(os) NS Curitiba sul: “Reflexão sobre o histórico e a contribuição das(os) professoras(es) na construção de uma educação contra todo o tipo de opressão”.

– 8/11 – UFPR: “Saberes das comunidades de matriz africanas na produção acadêmica” – Atividade com a equipe multidisciplinar do C.E. Miguel Franco Filho, em Contenda.

– 11/11 – Curso de Formação com o Coletivo Antirracista do NS de Umuarama: “A interccionalidade/recorte no debate e a educação como transformadora da sociedade”.

–  11/11 – Roda de conversa com o Coletivo Antirracista do NS Paranavaí

– 17/11 – Roda de conversa com trabalhadores(as) da APP

– 17/11 – Participação no Coletivo Antirracista de Guarapuava

– 20/11 – Exposição ParanáAfrica

– 20/11 – Atividade com a equipe Multidisciplinar do Colégio Abraham Lincoln, em Colombo

– 20/11 – Audiência Pública sobre os 20 anos da lei 10.639/03 na Alep

– 21/11 – Roda de conversa na BPP: “Educação Antirracista participação de alunos, professores e comunidade”

– 21/11 – Evento na Câmara Municipal de Curitiba – Ubuntu

– 22/11 – Roda de conversa sobre a lei 10.639/03 com o Colégio Guido Straube, em Curitiba

– 23/11 – Exposição de trabalhos feitos por alunos(as) e profissionais da educação no C.E. Ziloah Ziloah de Moura Carvalho, em Contenda

– 23/11 – Atividade sobre “Educação antirracista e o caminho para uma sociedade mais justa” – C. E. da Marilze da Luz Brand, em Araucária

– 24/11 – Encontro no Colégio Estadual Cleide Leni Lopes Kurzawa “A lei 10.639/03 como instrumento de debate de 20 anos de implantação sem ser efetivamente cumprida”

– 30/11 – Sarau alusivo ao mês da Consciência Negra, NS de Maringá

– 02/12 – Atividade do Coletivo Antirracista NS Curitiba Norte.

MENU