Novembro Azul: sede da APP está azul pela conscientização sobre o câncer de próstata

Novembro Azul: sede da APP está azul pela conscientização sobre o câncer de próstata

Sindicato destaca a importância da prevenção e do atendimento de qualidade para educadores de escola

Neste mês azul, a cor é para lembrar dos cuidados com a saúde dos homens. Quem trafegar ao anoitecer pela sede estadual da APP-Sindicato (Av. Iguaçu, 800, em Curitiba) vai se deparar com o prédio iluminado em tons azulados.

A iniciativa remete ao movimento Novembro Azul, que teve origem em 2003, na Austrália, para chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina. No Brasil, a adesão ao movimento ocorreu pela primeira vez em 2008.

Este ano, como incentivo de forma global aos cuidados com a saúde, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) traz a mensagem: “Saúde também é papo de homem”.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento em hospitais habilitados em oncologia, incluindo exames clínicos e procedimentos cirúrgicos, como prevê a Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer (PNPCC). Por isso, a APP reforça a necessidade de que todos(as) defendam o SUS para a garantia de um tratamento humanizado e adequado. Juntos(as) pela dignidade humana e valorização da vida.

Vamos fazer os exames e se cuidar? O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, apenas atrás do câncer de pulmão.

Os números do Ministério da Saúde (MS) e do Instituto Nacional de Câncer (INCA) revelam:

♦ De 2019 a 2021, foram mais de 47 mil óbitos em decorrência do câncer de próstata;

♦ Para o triênio 2020/2022, a estimativa é que sejam diagnosticados no Brasil 65.840 novos casos de câncer de próstata. Isso corresponde a um risco estimado de 62,95 casos novos a cada 100 mil homens;

♦ Um em cada 9 homens será diagnosticado com câncer de próstata durante sua vida;

♦ O câncer de próstata ocorre principalmente em homens mais velhos. Seis em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40 anos. A média de idade no momento do diagnóstico é de 66 anos; e

♦ A cada 41 homens, pelo menos 1 morrerá de câncer de próstata.

Mesmo sendo uma categoria majoritariamente feminina, o Sindicato também defende políticas de prevenção para homens e que o tema deve ser levado às escolas para debates e conscientização.

〉〉 Leia também as publicações do MS e do INCA:

:: Câncer de próstata; causa, sintomas, tratamento e prevenção 

:: Cartilhas / Câncer de próstata: vamos falar sobre isso?

MENU