Nota de esclarecimento sobre o processo eleitoral da APP-Sindicato

Nota de esclarecimento sobre o processo eleitoral da APP-Sindicato

Certos de que todo o processo ocorre com a maior lisura e transparência, nos colocamos à disposição para dirimir quaisquer dúvidas

Como coordenador da Comissão Eleitoral Estadual da APP-Sindicato, venho a público externar profunda indignação com a conduta leviana e antidemocrática que alguns indivíduos vêm adotando nos últimos dias no processo eleitoral, em especial nas redes sociais.

Desrespeitando todas as instâncias da entidade que deliberaram democraticamente pela forma e procedimentos a serem adotados no processo eleitoral, atacam a lisura do pleito, insinuam a existência de fraudes no sistema de votação e desrespeitam o princípio de igualdade entre os concorrentes.

Esta Comissão, eleita em Assembleia da categoria, tem primado pela total transparência de seus atos, registrando que há em sua composição representantes das duas chapas concorrentes ao pleito estadual, que além de fiscalizar todos os atos, participaram e participam ativamente no aprimoramento do sistema de votação, sempre com o intuito da facilitação e segurança do voto, além de evitar possíveis falhas.

Cabe ainda registrar que foi franqueada a ampla e irrestrita participação do técnico em TI (Tecnologia da Informação), contratado pela Chapa 2, que por sua vez acompanha passo a passo cada etapa do processo, desde o início da contratação da empresa que opera o sistema eletrônico de votação.

Quanto à empresa de tecnologia contratada para realizar o processo eletrônico de votação, a Pandora, ela tem primado pela intensa participação desta comissão, do técnico em TI da Chapa 2 e da empresa de auditoria independente contratada para fiscalizar o pleito, o que tem nos gerados total confiança na sua capacitação técnica, bem como na sua conduta ética.

Além disso, consta em seu currículo a realização de mais de 100 processos eleitorais, não havendo contra ela, até o momento, qualquer acusação de participação em fraude.  Segue em anexo parecer técnico elaborado pela empresa Pandora frente aos questionamentos da Chapa 2 feitos junto à Comissão Eleitoral Estadual.

Por fim, resta dizer que o ataque descabido e infundado ao processo eleitoral e ao sindicato apenas e tão somente contribuem para o enfraquecimento da APP-Sindicato, o que causa grande prejuízo à categoria que precisa, mais do que nunca, estar preparada para os grandes enfrentamentos que temos pela frente.

Certos de que todo o processo ocorre com a maior lisura e transparência, nos colocamos à disposição dos(as) sindicalizados(as) para dirimir quaisquer dúvidas. Que tenhamos um processo democrático e legítimo com ampla participação da categoria e que as melhores propostas e candidatos(as) sejam eleitos(as).

José Valdivino de Moraes
Coordenador da Comissão Eleitoral Estadual