Negociações são reabertas entre servidores(as) e governo

Negociações são reabertas entre servidores(as) e governo


A coordenação do Fórum das Entidades Sindicais (FES) reuniu-se na tarde desta quarta (26) com o secretário chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni e com a secretária de Educação Ana Seres Comin. Foram mais de três horas de debate. Os sindicatos voltaram a argumentar que os dados apontam um incremento na receita do Paraná, em 2017, maior do que o previsto pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa). No entanto, para superar o impasse, a negociação será feita a partir dos valores já estabelecidos no orçamento do ano que vem – R$ 1,4 bilhão – para efetivar a data-base para todas as categorias em janeiro de 2017 e debater toda a pauta da greve.

Também ficou estabelecido que o debate tratará da correção do auxílio-transporte e da implantação da equiparação com o salário mínimo regional para os(as) servidores que, atualmente, recebem menos que isto. Paralelamente, cada categoria deverá retomar os debates sobre suas pautas específicas. No início da próxima semana, o mesmo grupo deverá participar de uma reunião com o secretário da Fazenda Mauro Ricardo Costa. Nesta sexta-feira, dia 28, o Comando Estadual de Greve da APP-Sindicato voltará a se reunir para avaliar a negociação. Para a coordenadora do Fórum, professora Marlei Fernandes de Carvalho, a reabertura do debate foi um passo importante, especialmente por expandir a discussão para além do pagamento dos atrasados.

“Nós trouxemos aquilo que já dizíamos, que há condições, partir da mesa de negociação estabelecida, que tanto se coloque as promoções e progressões, como a data-base. Além disso, confiamos que os números da Receita do Estado serão melhores e, assim, o governo terá condições de avançar na proposta. Mas para sair impasse, vamos retomar o debate tomando como partida o valor que está previsto na Lei Orçamentária Anual para o próximo ano”, explicou. Segunda ela, outro aspecto importante é que com a retomada do debate sobre data-base, auxílio-transporte e equiparação ao mínimo regional, todos(as) os(as) servidores(as) serão, de alguma forma, beneficiados. A reunião entre governo e o Fórum contou com a participação do líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado Luiz Cláudio Romanelli e do deputado Professor Lemos.

Pela, APP-Sindicato, participaram os dirigentes Hermes Silva Leão, Marlei Fernandes de Carvalho, Celso Santos e Arnaldo Vicente, além do assessor financeiro Cid Cordeiro.

MENU