Mensagem à comunidade escolar: por que a educação vai parar no dia 29 de abril

Mensagem à comunidade escolar: por que a educação vai parar no dia 29 de abril

No dia 29 de abril, lutaremos pelos nossos e pelos seus direitos. Pelo futuro da sua e das nossas famílias.

Prezados(as) estudantes, mães, pais e responsáveis.

Nós, professores(as) e funcionários(as) de escola da rede de ensino do Paraná, pedimos a sua atenção: no dia 29 de abril realizaremos um dia de paralisação em todo o estado.

Sabemos das dificuldades de uma greve – ainda que de um dia – para a organização familiar, mas esperamos contar com a compreensão e apoio de cada mãe, pai e aluno(a). O governador Ratinho Junior não nos deixa alternativas.

Estamos há seis anos sem reposição da inflação, perdendo poder de compra, direitos da carreira e sob intensa pressão e assédio nas escolas. Tudo ficou mais caro e a educação ficou para trás. Trabalhamos e educamos com amor, mas amor não paga as contas.

A qualidade do ensino ofertado a nossos(as) estudantes também está em risco. Faltam concursos públicos para garantir o pessoal necessário ao bom funcionamento das escolas. Faltam recursos físicos e equipamentos para cumprir as metas impostas pelo próprio Estado. Falta apoio a educadores(as) e estudantes no difícil retorno presencial. Falta respeito.

Enquanto nós, e vocês, pagamos impostos em dia, grandes empresas lucram com isenções bilionárias. Na educação, avançam a terceirização e a privatização, a exemplo da farsa da Unicesumar. Essa não é a escola pública que tanto lutamos para construir.

Nesta data, 29 de abril de 2015, numa quarta-feira à tarde, professores(as), funcionários(as), estudantes e servidores(as) de diversas áreas foram covardemente atacados(as) e brutalmente feridos(as) pela Polícia Militar sob as ordens do então governador Beto Richa e seu secretário de Segurança, Fernando Francischini.

Este dia ficou marcado em nossas memórias e jamais poderá ser apagado. Mas o massacre nunca parou. Por isso estaremos, mais uma vez, reunidos no dia 29 de abril. Lutaremos pelos nossos e pelos seus direitos. Pelo futuro da sua e das nossas famílias.

Temos compromisso e responsabilidade com a educação. Jamais deixamos de cumprir nossas obrigações, mas o governador descumpre a lei, mente e ameaça o presente e o futuro do Paraná.

Somente unidos(as) e fortes poderemos garantir uma escola pública gratuita e de qualidade para todos(as). Você sempre pode contar conosco. Precisamos contar com você.

MENU