Memória viva: histórias que não envelhecem nos 77 anos da APP-Sindicato

Memória viva: histórias que não envelhecem nos 77 anos da APP-Sindicato

APP apresenta no seu aniversário histórias de educadores(as) que participaram de vários capítulos do Sindicato; "Histórias que não se aposentaram"!

O aniversário é da APP-Sindicato e quem ganha presente é a história de luta e vida da educação pública paranaense. São 77 anos de defesa e atuação pelos(as) educadores(as) – professores(as) e funcionários(as) –  e sua valorização.

:: Receba notícias da APP pelo Whatsapp ou Telegram

Neste ano, a APP trouxe uma participação especial dos(as) educadores(as) que foram (e são) presentes, desde o início dessa história. São relatos pessoais e peculiares vindos do passado para o ano de 2024. 

Apresentamos o projeto “Memória viva: histórias que não envelhecem”. 

A secretária de Aposentados(as), Maria Adelaide Mazza Correia, contextualiza a ideia: revirando o baú, em 2012, surgiu um projeto chamado “Histórias que não se aposentaram”, idealizado pela então secretária de Aposentados(as), Tomiko Kiyoku Falleiros. A proposta consistia na coleta de histórias diversas sobre a categoria que, após seleção e organização, iriam se transformar em um livro. 

Maria Adelaide, que também participa com uma narrativa, relembra um ocorrido de 1988, durante uma das ocupações da Assembleia Legislativa (Alep), quando o pessoal da casa deu cobertores com pó de vidro para os(as) ocupantes usarem.  

O livro não saiu do papel, mas as histórias permaneceram e agora são apresentadas. Consulte aqui! 

Foto: Divulgação APP
MENU