FES realiza mobilização para denunciar prática Antissindical de Ratinho

Com o decreto 3808/2020, Ratinho visa interferir na autonomia sindical e atacar direitos de trabalhadores(as) sindicalizados(as)

Na próxima segunda-feira (03), o Fórum das Entidades Sindicais (FES) realiza uma mobilização na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para denunciar os ataques de Ratinho Junior aos Sindicatos e Associações. A mobilização tem início a partir das 14h.

Aproveitando o início das atividades da Alep, o FES visa se manifestar contra o Decreto 3808/2020. A medida obriga que os(as) servidores(as), em atividade e aposentados(as) cumpram uma série de  procedimentos burocráticos para o recadastramento e validação de descontos consignados em folha de pagamento, como é o caso da mensalidade sindical, já autorizada pelo(a) trabalhador(a).

Na prática, o recadastramento promoverá a suspensão do desconto já autorizado, o que impactará diretamente no enfraquecimento financeiro das Associações e Sindicatos.  A medida limita também o acesso dos(as) servidores(as) públicos estaduais à serviços prestados por estas entidades, como atendimento jurídico, o uso de espaços de lazer e recreação e o acesso à convênios de saúde, bem como o direito a voto em assembleias.

A coordenadora do Fórum, Professora Marlei Fernandes, destaca que além da mobilização, os Sindicatos e Associações devem cobrar do líder do governo que o decreto seja derrubado. “Não podemos aceitar esse ataque aos Sindicatos e Associações, pois fere a autonomia sindical e prejudica os servidores(as), que se não realizarem o recadastramento poderão perder acesso aos serviços ofertados por estas entidades”.

Marlei Fernandes enfatiza que é necessária a presença dos(as) trabalhadores (as) para que os sindicatos e associações não sejam atacados pela gestão. “Convidamos todos(as) para lutar pelos sindicatos e associações, pois estes são instrumentos importantes de luta e de prestação de serviços para seus sindicalizados”.