Estratégia do governo Ratinho para fechar escolas é denunciada na Alep

Estratégia do governo Ratinho para fechar escolas é denunciada na Alep

Secretaria de Educação está impedindo matrículas em algumas escolas para fechar as unidades

Dirigentes da APP-Sindicato e comunidade escolar reunidos(as) com deputados estaduais - Foto: Divulgação

Dirigentes da APP-Sindicato e representantes de escolas de Curitiba ameaçadas de fechamento pelo governo Ratinho Junior se reuniram na tarde desta segunda-feira (28) com os deputados estaduais Russein Bakri, líder do governo, e Professor Lemos, integrante da Bancada em Defesa do Serviço Público.

Em Curitiba e região metropolitana, o problema ocorre em pelo menos cinco colégios. O governo tem impedindo as matrículas nas séries iniciais do ensino fundamental e do ensino médio. Comunidade e Sindicato afirmam que a medida é usada pela Secretaria de Educação (Seed) como estratégia para reduzir o número de estudantes e provocar o encerramento total das atividades em algumas escolas.

Saiba mais: Comunidade está revoltada com estratégia da Seed para fechar escolas

Como encaminhamento, será marcada uma reunião com a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para discutir o assunto. O encontro deverá ter a participação do chefe do departamento de Planejamento da Seed, direções das escolas ameaçadas e a APP-Sindicato.

Estavam presentes os dirigentes da APP-Sindicato, Tereza Lemos, secretária de Organização, Celso José dos Santos, secretário de Assuntos Municipais, a presidente do Núcleo Sindical Curitiba Sul, Natália dos Santos da Silva, a diretora do colégio Tiradentes e a diretora e a secretária do colégio Zacarias.

Isso vai fechar em 5 segundos

MENU