Em ofício, APP-Sindicato protocola abaixo-assinado contra prova para PSS

O Sindicato destaca que os atuais critérios devem ser mantidos e que só aceitará prova em caso de Concurso Público

Foto - APP-Sindicato

Nesta terça-feira (06), a direção estadual da APP-Sindicato protocolou um ofício solicitando a manutenção dos atuais critérios para o Processo Seletivo Simplificado para Professores(as). No documento, o Sindicato incorporou o abaixo-assinado, onde a categoria reafirma o posicionamento contra a prova para o PSS e a necessidade da realização de concurso público.

>>Acesse aqui o Ofício<<

As assinaturas, que foram colhidas de forma virtual, foi uma proposta definida na última assembleia estadual, onde Professores(as) PSS demonstraram descontentamento com a proposta de aplicação de prova. O coordenador do departamento de PSS, Professor Elio da Silva destaca que a mobilização dos(as) educadores(as) mostra que a decisão do governo não reflete a opinião dos(as) trabalhadores(as). 

“Esse protocolo reforça e evidencia ao estado, o número de pessoas que se manifestaram contrariamente. O departamento está acompanhando o tema diariamente e estamos continuando a mobilização nas redes sociais, cobrando que o abaixo-assinado seja levado em consideração e que os critérios para a contratação de Professores(as) sejam mantidos no próximo ano”, aponta Elio da Silva. 

O departamento de PSS afirma ainda que está cobrando a continuidade das reuniões na comissão de PSS para tratar do assunto e demais temas sobre o PSS, envolvendo também Funcionários(as) de Escola. Os coletivos têm se organizado ainda para manter a mobilização contra a mudança dos critérios para contratação. “A maior parte dos(as) professores(as) são contra essa proposta. Os(as) trabalhadores(as) estão ansiosos pela definição, que o edital seja publicado, pois os contratos atuais não podem ser prorrogados. Tudo isso deve vir sem as mudanças nos atuais critérios”, enfatiza Elio da Silva. 

Leia mais:

:: Seed quer retomar projeto de Prova para PSS; Assine o abaixo-assinado contra a medida