Dirigentes da APP debatem o novo ensino médio com a Secretaria de Educação

Dirigentes da APP debatem o novo ensino médio com a Secretaria de Educação

Sindicato defendeu a garantia da autonomia pedagógica das escolas e dos(as) professores

Foto: Divulgação

O novo ensino médio foi debatido por dirigentes da APP- Sindicato e da Secretaria da Educação (Seed) na tarde desta segunda-feira (23). “Reafirmamos nossa contrariedade sobre a reforma do ensino médio e solicitamos que o debate continue”, resume Taís Mendes, secretária de Educação do Sindicato. “Reforçamos a importância de garantir a autonomia pedagógica das escolas e dos(as) professores, assim como de preservar as aulas e a lotação dos professores(as)”, acrescenta.

A APP defendeu na reunião que a nova matriz curricular mantenha a equidade das disciplinas, ressaltando que refletir sobre o ensino médio inclui temas como as condições de trabalho dos(as) educadores(as), o número de alunos(as) por turma, disponibilidade de laboratórios e bibliotecas nas escolas.

O novo ensino médio deve ser construído de forma coletiva, com respeito à realidade e às especificidades dos(as) educandos(as), da inclusão de temas que valorizem o conhecimento científico e os modos de vida deles e promovam uma visão crítica do mundo, sua inserção no mundo do trabalho e a participação social. A educação pública deve ter um currículo voltado para a formação integral, que promova a emancipação humana e a construção de uma sociedade justa e igualitária.