Dia Mundial dos Professores homenageia vítimas de Covid-19

Dia Mundial dos Professores homenageia vítimas de Covid-19

Para homenagear os profissionais em todo o mundo, a Internacional da Educação lançou um site que reúne perfis de professores e funcionários da escola que morreram durante a pandemia de Covid-19

Nesta terça-feira (5), é comemorado o Dia Mundial dos Professores. A data, que foi instituída pela Unesco em 1994, agregou um tema importante neste ano. Em 2021, o calendário homenageia professores, pessoal de apoio à educação e membros de sindicatos que faleceram em decorrência da Covid-19, com o objetivo de alertar os governos mundiais de suas responsabilidades para garantir condições de trabalho seguras e igualdade de vacinas.

“Juntos, homenageamos os professores que perdemos durante a pandemia de Covid-19, celebramos suas vidas e legado e nos comprometemos a tornar as condições de trabalho seguras e a igualdade de vacinas uma realidade para todo o mundo”, afirmou David Edwards, Secretário Geral da Internacional da Educação, entidade que representa mais de 32 milhões de professores e pessoal de apoio à educação em 178 países.

Edwards reiterou a exigência da Internacional da Educação de vacinar todos os professores e lamentou o fato de que muitos colegas estão ensinando em condições difíceis e inseguras.

É o que acrescenta o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, quando afirma que trabalhadoras e trabalhadores da educação pública e privada nunca se negaram a trabalhar. “Pelo contrário! A pandemia nos trouxe grandes dificuldades e estamos enfrentando, em muitos casos sem apoio algum dos governos, enormes desafios para manter o vínculo do processo de ensino e aprendizagem, em condições precárias, sem equipamentos, pagando com nosso salário a conexão com a internet e ajudando de várias formas os/as nossos/as estudantes a manter seus estudos”, assegura.

Para Heleno, é preciso juntar forças para alterar os rumos do Brasil e estancar os absurdos de um governo negacionista e privatista. “Um governo que nega a ciência e nega a aplicação de medidas necessárias para salvar vidas”, destacou.

Para homenagear os profissionais em todo o mundo, a Internacional da Educação lançou um site que reúne perfis de professores e funcionários da escola que morreram durante a pandemia de Covid-19. São homenagens – desde poesia, arte e música -, que foram compartilhadas por países de todo o mundo, incluindo o Brasil. Clique aqui para ver.

A APP-Sindicato também elaborou um memorial, onde é possível deixar depoimentos sobre as mais de 200 vítimas da Covid-19 no Paraná. Veja o nosso memorial (link aqui)

Trabalho docente em tempos de pandemia

Nesta terça também serão apresentados os resultados da pesquisa “Trabalho docente em tempos de pandemia”. Realizado em parceria entre CNTE, Internacional da Educação para a América Latina (IEAL) e Red Estrado, o estudo inclui 13 países da América Latina e analisa as dificuldades que docentes enfrentaram e continuam a enfrentar ao exercer o seu trabalho.

A atividade será realizada em modalidade virtual via Zoom e terá transmissão ao vivo pela página da CNTE no Facebook às 18h (horário de Brasília), IEAL e a Red Estrado.

* Com informações da Internacional da Educação.