Dia da(o) Pedagoga(o) exigimos respeito!


Hoje dia 20 de maio comemoramos o dia da(o) pedagoga(o), nossa luta em defesa da profissão tem sido reiterada dia a dia na busca da afirmação profissional que nos qualifica como docentes da educação básica e como organicamente responsável pela coordenação pedagógica das escolas.

Cada pedagoga(o) expressa em seu trabalho uma luta intransigente em defesa da educação, da aprendizagem,buscando a superação de uma lógica imposta, especialmente neste tempo de pandemia, que visa a redução do conhecimento escolar e a consolidação de práticas curriculares aligeiradas, tecnicistas e pontuais.

Ancoradas(os) na concepção de que nossa profissão se estabelece na mediação entre o ensinar e aprender, buscamos práticas progressistas que corroboram historicamente para uma visão crítica da educação, sobre a prática pedagógica, sobre o direito à educação e sobre a garantia da aprendizagem de todos os (as) cidadãos e cidadãs brasileiros (as) que passam pela escola.

Nossa luta como parte do magistério é árdua! Requer o desafio constante na busca de valorização e reconhecimento dos princípios da Constituição Federal em todas as redes e sistemas de ensino, além do reconhecimento e valor social! Nenhum dia sem lutar!

Esse 20 de maio de 2020 não é um dia apenas de comemoração, mas de novo um dia de luta!  Luta para fazer valer os direitos de cada estudante brasileiro no excludente processo de aulas não presenciais difundido em todo o Brasil e acima de tudo na garantia da apropriação do conhecimento. Não aceitamos naturalizar a exclusão! Mais um dia de luta no reconhecimento do nosso papel dentro do sistema de ensino brasileiro e em cada escola!

Diante disto repudiamos as declarações do Sr. Ítalo Marsili que a nosso ver, além de infundadas, confirmam um período histórico e político no Brasil, em que práticas de um discurso obscurantista, preconceituoso e usurpador da criticidade, se sobrepõem ao conhecimento cientifico e ao reconhecimento das profissões que colaboram para a formação acadêmica e para o senso humanitário dos (as) brasileiros (as).

 

Exigimos respeito!

Respeite a educação!

Respeite seus profissionais!

 

Direção Estadual da APP Sindicato

Coordenação Estadual de Pedagogos(as) da APP Sindicato

Curitiba, 20 de maio de 2020.