Conselho Estadual da APP-Sindicato debate caos na volta às aulas

Conselho Estadual da APP-Sindicato debate caos na volta às aulas

"Não nos exponham. Pois a história cobra quando não levantamos a verdade como bandeira principal", clama o presidente da APP em fala direcionada ao governador

 

A reunião do Conselho Estadual da APP-Sindicato antecede às assembleias da categoria. Por isso, nesta sexta-feira (28) os(as) Conselheiros, representantes de todas as 29 regionais do Sindicato no Paraná, participaram da reunião online para debater a educação pública do Paraná. A principal aflição da categoria neste momento é o risco ignorado pelo governador Ratinho Jr. ao manter as aulas presenciais em mais de 600 escolas.

A direção estadual vem, desde o início da pandemia, alertando sobe o perigo em determinar o retorno presencial, mesmo que gradual, das aulas presencias. O Sindicato tem reproduzido uma série de denúncias sobre a falta de condições estruturais escolas e sobre a vacinação de forma  insuficiente e morosa ofertada aos(às) educadores(as) – menos de 8% da categoria foi vacinada.

A reunião online do Conselho foi interrompida por um informe, transmitido em tempo real, com a fala do presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão que estava na sede do Ministério Público para questionar a incoerência do governador Ratinho Jr. e do secretário Renato Feder ao manterem as aulas presenciais enquanto as atividades do governo e suas secretarias foram suspensas por 21 dias por conta do agravante da segunda onda da pandemia.

“As escolas não tem termômetro. É um discurso mentiroso. Mesmo que a escola tivesse tudo que está no protocolo não seria seguro. Renato Feder não é paranaense, não é eleitor e não conhece a realidade das escolas públicas. Ele é um homem de negócios. Ele está aqui porque gera lucro. Agora quem foi eleito, quem está negando o risco é o governador Ratinho Jr. APP-Sindicato está muito e cada vez mais intensamente em defesa da vida. É uma luta de todos e precisamos de muito debate na assembleia deste sábado de manhã”, argumenta o presidente da APP-Sindicato..

O Conselho Estadual contou com a participação da deputada federal, Gleisi Hoffmann e do coordenador do MST Roberto Baggio para a análise da conjuntura, onde a pandemia foi destaque entre as falas. “Na batalha do ódio contra a ciência, o negacionismo vem perdendo espaço. A CPI da covid deixa isso muito exposto, os políticos que insistem e minimizar a pandemia estão sendo expostos e essa fala vm perdendo força”, afirma Baggio.

A reunião segue até o final da tarde desta sexta-feira para debater outras questões da educação como data-base, a Reforma Curricular do Ensino Médio e as mobilizações da categoria no próximo período.

Assembleia on-line

As discussões e propostas do Conselho serão apresentadas e votadas em assembleia estadual extraordinária que acontece amanhã (29), a partir das 8h30. Para garantir a participação com toda a segurança, devido a pandemia do novo coronavírus, a direção estadual da APP-Sindicato decidiu pela realização da assembleia de forma on-line.

Para acompanhar as discussões e participar das votações, os(as) educadores(as) precisam fazer um cadastro prévio no link appsindicato.org.br/assembleia, disponível no site do Sindicato. O procedimento é simples e rápido.

Clique aqui para fazer o cadastro

Amanhã, o(a) educador(a) vai acessar novamente o link appsindicato.org.br/assembleia para acompanhar a assembleia e, inserindo os dados cadastrados, poderá votar. Para os(as) não sindicalizados(as), o direito ao voto é assegurado se houver deliberação sobre greve.

 

 

MENU