Concurso público

Concurso público


A APP defende a realização de concurso público para educadores(as) da rede pública estadual, incluindo professores(as) e funcionários(as), com a revogação da terceirização dos cargos de agentes. Em reunião com representantes da categoria em maio de 2022, o diretor geral da Seed admitiu a carência de 25 mil professores(as). A Secretaria trabalha com a possibilidade de nomear até 1.500 educadores(as) no próximo concurso, que será realizado em 2023.

O Sindicato reivindica a realização imediata de concurso público para suprir todas as vagas. A demanda real é muito superior às 1.500 contratações.

O último concurso para professores(as), realizado em 2013, ofereceu 10 mil vagas e teve cerca de 100 mil inscritos. Desde então, os governos tentaram suprir a falta de pessoal com contratações por Processo Seletivo Simplificado (PSS), mas nem a abertura de um novo edital em 2021 resolveu a carência da rede.

Um dos grandes problemas da educação pública paranaense é a substituição de trabalhadores(as) efetivos(as) por outros contratados temporariamente. A prática ocorre desde 2005 e burla a legislação e os direitos desses(as) servidores(as) públicos(as). Os(as) contratados(as) pelo PSS não têm FGTS, plano de carreira e nem estabilidade, podendo ser exonerados(as) a qualquer momento e sem direito a seguro desemprego.

É responsabilidade do Estado assegurar o preenchimento das vagas necessárias ao bom andamento da educação pública paranaense, bem como para garantir condições dignas de trabalho e da carreira aos(às) educadores(as).

MENU