Concurso público: prova discursiva tem resultado preliminar e prazo para recurso divulgados APP-Sindicato

Concurso público: prova discursiva tem resultado preliminar e prazo para recurso divulgados

Candidatos(as) que discordarem da pontuação podem apresentar recurso a partir das 10h desta quinta; prazo encerra às 17h de sexta-feira (11)

A Secretaria de Administração e Previdência (Seap) publicou na edição desta quarta-feira (9) do Diário Oficial do Paraná um edital dispondo sobre a divulgação do resultado preliminar da prova discursiva do concurso público para professores(as) e pedagogos(as) da rede estadual de ensino.

O período para interposição de recurso encerra às 17h de sexta-feira (11). O prazo é de dois dias úteis, contados a partir das 10h do primeiro dia posterior à data de publicação do resultado preliminar (quinta-feira, 10), até às 17h do último dia.

Os resultados e a folha de resposta do(a) candidato(a) estão disponíveis no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), na aba “Resultados”, ou podem ser consultados diretamente nos links abaixo.

Resultados da prova discursiva

Resultados da prova objetiva

A prova discursiva foi aplicada no dia 18 de junho. Conforme o Edital 011/2023 – DRH/SEAP, que trata da abertura do certame, a próxima fase é composta por prova prática. Quem for habilitado ainda será  submetido a prova de títulos e avaliação médica.

Cálculos errados

A APP-Sindicato acompanha todas as fases do concurso e oficiou o governo pedindo a ampliação de vagas, a apresentação do cronograma completo, a redução das notas de corte e outras demandas, visando contemplar as reivindicações dos(as) candidatos(as).

No final do mês passado, após notificação do Sindicato apontando erros de cálculo na justificativa da banca organizadora para um recurso, uma questão da prova objetiva para o cargo de professor(a) de educação física foi anulada e o gabarito definitivo retificado.

Em resposta ao recurso, a banca argumentou que 10 vezes 3 seria igual a 33. Em outra situação, a concurseira confundiu as ideias dos filósofos Platão e Kant. Os episódios levantaram preocupação com a capacidade técnica do IBFC na condução do concurso.

Segundo a Seap, em relação aos outros erros comunicados pela APP, o edital não estabeleceu mudanças “por não haver alteração do resultado”.

Leia também

Vagas insuficientes

Dados levantados pela APP-Sindicato mostraram que a concorrência do certame apresenta índices altíssimos, chegando a 466 candidatos(as) por vaga. Os(as) mais de 76 mil inscritos(as) concorrem a 1.256 vagas, sendo 1.109 para professores(as) e 147 para pedagogos(as). 

Os números reforçam a crítica da APP de que a quantidade de vagas abertas pelo governo é insuficiente para suprir as necessidades das escolas públicas paranaenses. A demanda atual é estimada em cerca de 20 mil servidores(as), número é 17 vezes maior que a quantidade de vagas ofertadas pelo governo.

A política de desvalorização do serviço público e da educação pela atual gestão também fica evidente na comparação com o último concurso para preenchimento de vagas da carreira do magistério estadual. O exame realizado há 10 anos ofertou 10 mil vagas.

Veja também

MENU