Comunidade acadêmica da Unespar presta apoio à APP após golpe de Ratinho Jr no CEE

Comunidade acadêmica da Unespar presta apoio à APP após golpe de Ratinho Jr no CEE

Em carta, membros da comunidade acadêmica apontam o risco de aparelhamento do Conselho Estadual de Educação à política do governador

Membros da comunidade acadêmica da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) publicaram uma nota de apoio à APP-Sindicato após o golpe de Ratinho Jr e do secretário de Educação Renato Feder no Conselho Estadual de Educação.

Na nota, os(as) docentes e pesquisadores(as) da Unespar demonstraram preocupação com o total alinhamento do CEE ao poder executivo. 

O manifesto aponta ainda que o governo não pode se utilizar da nomeação de conselheiros no Executivo para assegurar a aprovação de interesse de Ratinho Jr sem direito ao contraditório.

O golpe desrespeita uma história de mais de 30 anos de atuação da APP-Sindicato no Conselho, sem pautada pela defesa de uma escola pública democrática e de qualidade.

Relembre o caso

No dia 22 de outubro deste ano, após a saída da Conselheira Taís Mendes, que representou a APP no Conselho, o governador passou a vaga do Sindicato para uma indicação do senador Flávio Arns.

É a primeira vez em mais de 30 anos que o colegiado é empossado sem a representação dos(as) trabalhadores(as). O repúdio à transformação do CEE em moeda de troca política é generalizado.

A APP-Sindicato busca, junto às entidades do Fórum Estadual Popular de Educação (FEPE) e de deputados(as) da oposição, pressionar pela reversão da medida.

O Sindicato enfatiza que não reconhece a legitimidade do órgão sem a participação da categoria. 

Confira nota na íntegra:


Leia também:
>> Entidades do Fórum Estadual Popular de Educação mobilizam-se contra o golpe no CEE
>> APP protesta contra posse de Conselho Estadual de Educação ilegítimo e golpista
>> Golpe no Conselho de Educação: vaga histórica dos trabalhadores é ocupada por indicação política
>> Taís Mendes conclui mandato representando a APP no Conselho Estadual de Educação
>> Receba notícias da APP por WhatsApp ou Telegram