Com menos de 15 dias de funcionamento, servidores(as) sofrem com atendimento no SAS

A Santa Casa de Curitiba não atende a demanda e servidores(as) não conseguem agendar consultas

Foto: Flavio Antonio Ortolan

Após uma transição conturbada e que gerou estresse para os(as) servidores(as) do Paraná, o Sistema de Assistência à Saúde (SAS) continua sofrendo com problemas de atendimento aos(as) trabalhadores(as) do Estado. Segundo a apuração da Secretaria de Saúde e Previdência da APP-Sindicato, a Santa Casa de Curitiba, atual empresa que atende o SAS, não está suprindo a demanda dos agendamentos e atendimentos.

Segundo o secretário da Saúde e Previdência, Ralph Wendpap, o Sindicato está buscando junto ao governo uma solução para o atendimento dos(as) servidores(as). “A APP-Sindicato, junto com o Fórum das Entidades Sindicais (FES) protocolou um ofício solicitando uma reunião com o governo. Ressaltamos que a falta de atendimento aos(as) servidores(as) constitui quebra de contrato, que é passível de multa. Por isso, enfatizamos a necessidade de denunciar os problemas na ouvidoria do SAS”, completa Ralph Wendpap.

Novos contatos

Os Usuários do SAS da macroregião de Curitiba podem agendar consultas por um novo canal. Além da Central que funciona no 0800 00 11 516 , os(as) servidores(as) que precisarem agendar consultas de especialidades médicas poderão telefonar para o número (41) 4007-2323 ou se dirigir até a unidade, que funciona na Av. Marechal Floriano Peixoto, 10.107, bairro Boqueirão, próximo ao Terminal do Boqueirão. O horário de atendimento será de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 20h00; e aos sábados, das 08h00 às 12h00. Outra modalidade de agendamento é por meio do aplicativo WhatsApp: basta enviar uma mensagem para o número (41) 99248-5633 e agendar a consulta.

Já as urgências serão atendidas no Pronto Atendimento 24 horas da Santa Casa de Curitiba, com entrada pela Rua Alferes Poli, no Centro de Curitiba. Para Pronto Atendimentos na área de obstetrícia, o atendimento será feito no Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Fátima (Av. Visconde de Guarapuava, nº 3.077 – Centro). Já o Pronto Atendimento Pediátrico atende no Hospital Menino Deus (Av. Visconde de Guarapuava, nº 355 – Alto da XV).

A APP-Sindicato reafirmar que caso o(a) paciente não consiga o contato por telefone ou o atendimento, acesse a ouvidoria do SAS e faça a denúncia.


Confira mais notícias sobre o SAS:

:: Transição de hospitais do SAS gera problemas para servidores(as)
:: Curitiba terá novo local de atendimento do SAS