Coletivo de pedagogos(as) da APP-Sindicato se organiza para mobilização

Profissionais de Curitiba e região confirmam participação ativa no ato do dia 19 de fevereiro

Coletivo de pedagogas e pedagogos da APP-Sindicato na luta pela valorização da profissão

Pedagogos(as) de Curitiba e região metropolitana estiveram reunidos esta semana na sede estadual da APP-Sindicato para debater suas demandas profissionais, inclusive a jornada hora-aula do segmento.

Durante o encontro, foram definidas e reafirmadas diversas ações relacionadas a importância de uma agenda de lutas, estudo de medidas judiciais e estratégias de mobilização, além do debate sobre o histórico de lutas do segmento.

Leia também: Terça (19) é dia de mobilização pela jornada em hora-aula

:: Confira abaixo as definições da reunião

1. Participação ativa na mobilização do dia 19/02 em defesa da jornada hora -aula e hora atividade na ALEP sendo às 10h visita aos gabinetes dos deputados e às 14h plenário da ALEP;

2. As equipes pedagógicas devem trabalhar nos mesmos horários, unificando o período de trabalho, sem regime de escalas, com intuito de fortalecer a luta;

3. Registrar nos livros pontos ou pontos eletrônicos toda a jornada realizada para além das 4 horas diárias. Além de registros de verificação de RCO fora do turno de trabalho, para possível ingresso de ação por horas extras;

4. Sobre sábados letivos e reuniões fora da jornada de horário diária, a APP estudará a possibilidade de cobrança de horas extras;

5. Dialogar com os demais segmentos de profissionais da educação e direções escolares sobre os ataques aos direitos da categoria e a jornada de hora-aula;

6. Junto com a luta no campo político a APP ingressará com medida judicial;

7. Realização periódica de reuniões do Coletivo de Pedagogas/os de Curitiba e RM.