CNTE cria abaixo-assinado para parlamentares manifestarem apoio à revogação do NEM

CNTE cria abaixo-assinado para parlamentares manifestarem apoio à revogação do NEM

Educadores(as) devem contactar os(as) parlamentares em quem votaram e pedir que assinem o documento

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) criou um abaixo-assinado na para que parlamentares de todo o país se manifestem em defesa da revogação imediata do Novo Ensino Médio.

>>> Acesse aqui o abaixo-assinado

A iniciativa é mais um instrumento de pressão contra um projeto educacional destrutivo para a juventude brasileira, com redução curricular e fomento de uma educação acrítica.

Os(as) educadores(as) devem contactar vereadores(as) e deputados(as) da sua região e pedir que assinem o documento, que será protocolado em ato público em frente ao MEC, no dia 24 de abril, data do início da 24ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública da CNTE. 

A Confederação defende a revogação não só da Lei 13.415/2017, mas também da BNCC do Ensino Médio e das resoluções do Conselho Nacional de Educação sobre formação de professores(as).

O abaixo-assinado é uma iniciativa suprapartidária em defesa de uma educação pública, gratuita, laica e socialmente referenciada. 

A CNTE avalia que o Novo Ensino Médio tem concepção autoritária, desde a edição da MP 746/2016, depois transformada na Lei Federal 13.415/2017. 

“Toda a normativa infralegal que a sucedeu (Base Nacional Comum Curricular e a política de formação profissional) também foram resultado de um processo autoritário e sem consulta junto aos principais atores da educação pública brasileira”, diz o abaixo-assinado.

A promessa de tornar o Ensino Médio mais atrativa para os(as) estudantes não passou de engodo e decepção, considera a CNTE. “O que se percebe, no chão da escola, é mais exclusão e restrição ao acesso do povo brasileiro a essa etapa de ensino”, registra.

Isso vai fechar em 0 segundos

MENU