Caravana da Educação estreita diálogo com a base em 35 escolas de Guarapuava e região APP-Sindicato

Caravana da Educação estreita diálogo com a base em 35 escolas de Guarapuava e região

Trabalho de base realizado por dirigentes estaduais traz novos sindicalizados(as), tira dúvidas da categoria e aproxima educadores(as) da APP

Colégio Estadual Santo Antônio - Pinhão

A Caravana da Educação da APP concluiu nesta sexta-feira (30) o roteiro de atividades no Núcleo Sindical de Guarapuava. Dirigentes estaduais e regionais estiveram em 35 escolas dos municípios de Pitanga, Pinhão, Santa Maria do Oeste, Turvo e Guarapuava, dialogando com educadores(as), tirando dúvidas e efetuando novas sindicalizações.

O trabalho de base é essencial para ouvir a categoria, debater os desafios da escola pública e mobilizar professores(as) e funcionários(as) para a luta permanente por valorização e melhores condições de trabalho. Em uma semana movimentada pelo envio do PL 532/23 à Assembleia Legislativa, a pauta salarial foi o principal ponto de debate nas escolas.

“A recepção foi muito boa. Distribuímos materiais, tiramos muitas dúvidas sobre os reajustes e ouvimos as angústias enfrentadas na sala de aula. Em todas as escolas a questão das plataformas está no centro dos problemas. Não as plataformas em si, mas a forma pela qual elas foram implementadas pelo governo”, avalia Silvana Prestes, secretária de Organização da APP-Sindicato.

Em diversas escolas, educadores(as) se somaram à luta coletiva preenchendo a ficha de sindicalização

Os(as) dirigentes detalharam os índices apresentados nos projetos para cada segmento da categoria, apontaram os pontos críticos que precisam de mudanças e informaram sobre a atuação sindical junto aos(às) parlamentares para propor emendas ao projeto, que deve ser votado entre segunda (3) e terça-feira (4).

Com a divulgação da tabela dos(as) QFEB que tramita no governo, apresentada pela APP na quinta-feira (29), o tema também ganhou destaque nas escolas.

As condições de trabalho, marcadas pela sobrecarga, adoecimento e o avanço da plataformização da educação são queixas recorrentes da categoria. Nesta semana, a APP-Sindicato deu início a uma pesquisa para compreender os impactos do uso intensivo de plataformas digitais no ensino-aprendizagem, na saúde e na rotina de trabalho dos(as) educadores(as).

>> Confira mais fotos da caravana: Álbum 1 | Álbum 2

Neste sábado, o Sindicato também promove um seminário com o tema Plataformização da Educação: Um debate necessário.

O projeto Caravana da Educação começou em 2016. No total, já foram mais de 4 mil quilômetros percorridos em visitas às escolas dos 29 Núcleos Sindicais da APP.

>>Receba notícias da APP no seu Whatsapp ou Telegram

Confira as fotos das atividades:

Colégio Cívico Militar Edite Marques – Turvo

 

Colégio Dom Pedro I – Pitanga

 

Colégio Estadual Alba Keinert – Guarapuava

 

Colégio Estadual Bibiana Bitencourt – Guarapuava

 

Colégio Estadual Cristo Rei – Guarapuava

 

Colégio Estadual Newton Felipe Albach – Guarapuava

 

Ceebja Pitanga

 

Colégio Cívico Militar Manoel Ribas – Guarapuava

 

Colégio Cívico Militar Vereador Heitor Rocha Kramer – Guarapuava

 

Colégio Estadual Dulce Maschio – Guarapuava

 

 

Colégio Estadual Agrícola Arlindo Ribeiro – Guarapuava

 

Colégio Estadual Antônio Dorigan – Pitanga

 

Colégio Antônio Tupy Pinheiro – Guaratuba

 

Colégio Estadual Carneiro Martins – Guarapuava

 

Colégio Estadual Padre Chagas – Guarapuava

 

Colégio Estadual Pedro Carli – Guarapuava

 

Colégio Estadual Procópio Ferreira Caldas – Guarapuava

 

Colégio Estadual Visconde de Guarapuava – Guarapuava
Colégio Estadual Professores Edvaldo e Maria Janete Carneiro

 

Cesar Stange C E-Ef M

 

Escola Estadual do Campo Dom Pedro I

>> Leia também:

:: Caravana da Educação vai à região de Guarapuava para fortalecer campanha salarial

:: APP convoca categoria para votação do projeto que implementa a Data-Base e o Piso

MENU