APP-Sindicato reforça mobilização em Brasília contra aprovação da PEC 32

APP-Sindicato reforça mobilização em Brasília contra aprovação da PEC 32

Caso aprovada, a proposta de Bolsonaro e Guedes acabará com carreiras e estabilidade no serviço público, além de permitir a privatização de serviços públicos

Uma delegação da Direção Estadual da APP-Sindicato e dos Núcleos Sindicais está, mais uma vez, mobilizada em Brasília ao lado de servidores(as) e educadores(as) de todo o país contra a aprovação da PEC 32.

Na manhã desta terça-feira (19), os(as) trabalhadores(as) lotaram o Aeroporto de Brasília para pressionar deputados (as) a votarem contra a proposta draconiana de Bolsonaro e Paulo Guedes.

> Saiba como vota cada deputado federal do Paraná e pressione 

Vários parlamentares foram recebidos com o grito “Se votar, não volta!”, um recado direto dos(as) trabalhadores(as) de todo o país.

A soma de esforços está surtindo efeito. Os adiamentos semanais da votação da matéria no Plenário da Casa Legislativa evidenciam que o governo não possui os votos necessários (308 no total) para aprovar a proposta. 

No entanto, é necessário fortalecer a mobilização para derrubar a proposta.

“Estamos pressionando os(as) deputados(as) para que não aprovem a PEC 32. Não podemos nos calar diante de todo esse descalabro que está esse governo”, aponta o Secretário de Assuntos Jurídicos, Professor Mario Sergio.

>> Receba notícias da APP no seu Whatsapp ou Telegram

Já no período da tarde desta quarta-feira (20), a luta continua com concentração no anexo II da Câmara dos Deputados.

“Essa luta é para garantir nossos direitos. Sindicatos do Brasil inteiro estão conosco nesta luta dizendo não à PEC 32”, conclui Professor Clodoaldo Beraldo Antunes, do Núcleo Sindical de Umuarama. 

Confira aqui os ataques ao serviço público da PEC 32