APP-Sindicato realiza ato em solenidade de lançamento do Escola Segura

Os(as) servidores(as) presentes se manifestaram contra a medida do governo Ratinho Jr. de acabar com as licenças especiais

Foto: APP-Sindicato/Núcleo Sindical MetroSul

A APP-Sindicato, Núcleo Sindical MetroSul, realizou nesta quarta-feira (11), um ato na evento de lançamento do projeto Escola Segura. Durante a solenidade, dirigentes regionais, junto com servidores(as) da categoria da educação se mobilizaram contra a proposta do governador Ratinho Jr. de acabar com as licenças especiais.

O projeto de Lei Complementar (PLC) 09/2019 está tramitando na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e foi suspensa na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da instituição. A presidente do NS MetroSul, Simone Barbosa destacou que é importante que a categoria se mobilize contra mais esta maldade do governo. ” Avaliamos essa proposta como uma agressão aos direitos que conquistamos à 49 anos pela categoria. A licença especial é de fundamental importância, pois é o momento onde nós, servidores(as) da Educação temos como compensação da não presença do FGTS, que os(as) trabalhadores(as) da rede privada possuem como proteção ao seu tempo laboral”.

Simone Barbosa enfatiza que a licença é essencial para os(as) servidores(as) e ao atacar o direito, o governo deixa clara a intenção de acabar com as conquistas da categoria. “Muitos(as) professores(as) e Funcionários(as) utilizam como uma contribuição para estarem participando de estudos de sua formação continuada e assim, consequentemente, quando retornam desses 3 meses de afastamento, a categoria emprega os conhecimentos adquiridos durante esse processo”.

O ato gerou desconforto no governador Ratinho Jr e demais presentes na solenidade. A dirigente conta que foi solicitado pelos seguranças que os(as) servidores abaixassem os cartazes, pois estava atrapalhando o evento. A presidente reforça ainda que é necessária a mobilização, para que os direitos dos(as) servidores(as) seja, garantidos. ” Acreditar no Sindicato é acreditar que vamos vencer todas essas barreiras, postas pelo Governo. O importante é não desistir de lutar, pois quem não desisti da batalha, está presente nas conquistas em Defesa da Educação Pública do Estado do Paraná”.

Cobre os(as) deputados(as) para que retirem a pauta da Alep