APP-Sindicato integra Comitê de “Volta às Aulas”

O Sindicato defende que as aulas só podem retornar quando as condições mínimas de segurança sejam garantidas

Imagem: Arquivo/Agência Brasil

A APP-Sindicato participará do Comitê de “Volta às Aulas”, grupo instituído para elaborar e avaliar propostas de retorno às atividades escolares. A primeira reunião da comissão foi realizada nesta quinta-feira (9) de forma virtual, respeitando as normas de isolamento social. A intenção principal do Comitê é planejar como será a volta dos(as) jovens estudantes e profissionais da Educação para as salas de aula, de forma que, ao ser definida a data, o processo ocorra de maneira organizada. Na reunião foi explicitado que ainda não previsão para o retorno das aulas.

Neste primeiro encontro todos(as) os(as) integrantes participaram de uma apresentação, onde a Secretaria de Estado da Educação (Seed) apresentou a um levantamento de materiais e demais equipamentos de proteção que que serão necessários para o retorno das atividades. Segundo a Seed, os encontros ocorrerão entre 13 e 17 de julho. Já na semana seguinte, o protocolo será para que no dia 28 seja apresentado para epidemiologistas da Saúde. Após a aprovação do plano pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), uma nova reunião do Comitê será convocada no dia 30 para aprovação final do protocolo.

A direção estadual da APP-Sindicato destaca que é importante a instituição de um espaço para debate, mas demonstra preocupação com a celeridade do tempo em concluir os trabalhos do comitê ainda neste mês. A secretária de finanças e integrante da comissão, Walkiria Olegário Mazeto, enfatizou ainda que é preciso rever a questão pedagógica para o retorno das aulas.  “A segunda questão é que o comitê irá debater as condições estruturais e sanitárias. A APP-Sindicato a necessidade de um espaço para o debate da questão pedagógica, proposta que já apresentamos no nosso manifesto”.

A secretária aponta que é necessário um espaço para avaliar as aulas não presenciais implementadas durante este período. “Nós temos propostas de alteração por discordar da forma como as aulas estão  organizadas agora. Então queremos que este espaço seja garantido, onde possamos avaliar o que está em curso e debater como será a organização pedagógica para o retorno. Este comitê vai discutir a parte estrutural e das condições sanitárias, nós precisamos de um outro espaço para o debate pedagógico, que é tão importante quanto este.”, conta Walkíria Mazeto.

A APP-Sindicato também solicitou para o Chefe da Casa Civil, Guto Silva, que os(as) estudantes participem do comitê. Na ocasião, Guto Silva garantiu que vai fazer a inclusão dos(as) alunos(as) nesta comissão. 

Participam da comissão pelo Sindicato, a secretária de Finanças da APP-Sindicato, Walkíria Olegário Mazeto e a secretária geral, Vanda Pilar Santana. Entre as instituições integrantes da comissão estão representantes da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o Conselho Estadual de Educação (CEE), Secretarias Municipais e a Associação dos Municípios do Paraná.