APP-Sindicato e TRT divulgam nota conjunta sobre a tramitação do Acordo Direto da Ação CLT

Sindicato e Tribunal reforçam transparência e os procedimentos no cumprimento do Acordo Direto

A APP-Sindicato e o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) elaboraram uma nota conjunta para divulgar informações aos(às) professores(as) que aguardam o recebimento do pagamento do Acordo Direto da Ação CLT.

A nota conjunta serve para reafirmar as informações prestadas pelo Sindicato sobre a alteração de quem havia feito a adesão pelo deságio, mas que em função da idade migraram para o recebimento integral.

Procedimentos administrativos e burocráticos foram necessários para essa alteração e, consequentemente “não há como a Justiça do Trabalho informar com precisão a data para o efetivo pagamento”.

A APP Sindicato tem mantido um canal de informações com seus sindicalizados(as) e tomado todas as medidas cabíveis para o cumprimento do Acordo e que todos os(as) beneficiários(as) recebam seus créditos.

“Trata-se de uma Ação inédita no Judiciário brasileiro pelo volume de pessoas e de recursos envolvidos, o que gera, obviamente, um grande volume de trabalho”, afirma o secretário de Assuntos Jurídicos da APP-Sindicato, professor Mario Sergio Ferreira de Souza.

A nota conjunta é resultado da última reunião realizada entre o Sindicato, Tribunal Regional do Trabalho e Estado do Paraná, no intuito de assegurar o melhor andamento processual para que todas as pessoas possam receber os seus créditos dentro das normas do acordo homologado em 2017.

Confira abaixo a íntegra da nota.

Nota_Conjunta Informativa_1_2019_1_Acao_CLT