APP-Sindicato e seus 77 anos: luta por valorização profissional idealizando que outra educação é possível

APP-Sindicato e seus 77 anos: luta por valorização profissional idealizando que outra educação é possível

"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda." (Paulo Freire)

Mais do que defender os(as) educadores(as) e a educação pública, a APP-Sindicato é referência nos seus 77 anos pelas lutas sociais mais amplas, como a defesa da democracia, do Estado de Direito e contra todas as formas de discriminação.

A defesa da educação pública, de qualidade e laica, é a balizadora para celebrarmos mais um ano dessa longa caminhada histórica.  

A comemoração acontece num momento difícil para os(as) trabalhadores(as) da educação que enfrentam um cenário de luta por valorização e melhores condições de trabalho, por isso torna-se fundamental a organização da categoria para a continuidade de uma educação efetivamente valorizada.

A luta é contínua contra a precarização, a terceirização, as escolas militares e muitos outros ataques sistemáticos à carreira. “Vivemos um período duro. É o descaso do governo com a educação pública e com a vida dos(as) educadores(as)”, destaca Walkiria Mazeto, presidenta da APP.

Em 2024, a APP reafirma os compromissos que deram sua origem e assume o desafio de mobilizar a categoria para refletir sobre a conjuntura atual e construir coletivamente a ideia de que “outra educação é possível”.

Fica como reflexão da presidenta: “Pensar a partir daquilo que somos, daquilo que nos constitui enquanto profissionais e como contribuímos para este projeto de sociedade que criamos. Qual sociedade e quais valores civilizatórios queremos construir, reforçar ou marcar?”, finaliza Walkiria.

Por tantos motivos, a APP-Sindicato é referência de luta nos seus 77 anos de existência.

:: Receba notícias da APP pelo Whatsapp ou Telegram


APP tem e faz história

Isso vai fechar em 0 segundos

MENU