APP realiza bate-papo com trabalhadores(as) sobre disparidades de gênero e trabalho de cuidado APP-Sindicato

APP realiza bate-papo com trabalhadores(as) sobre disparidades de gênero e trabalho de cuidado

A atividade foi convocada pela Secretaria da Mulher Trabalhadora e dos Direitos LGBTI+ e teve como objetivo dialogar sobre as disparidades existentes entre homens e mulheres na sociedade

Foto: Sec. Comunicação | APP-Sindicato

:: Receba notícias da APP pelo Whatsapp ou Telegram

Durante a manhã desta quinta-feira (7), a direção estadual da APP promoveu um bate-papo com os(as) trabalhadores(as) do Sindicato em função do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março. 

A atividade foi convocada pela Secretaria da Mulher Trabalhadora e dos Direitos LGBTI+ e teve como objetivo dialogar sobre as disparidades existentes entre homens e mulheres na sociedade, no ambiente de trabalho e na convivência no lar. Uma pesquisa sobre o tema foi realizada com os(as) trabalhadores(as), a fim de identificar as diferenças existentes com base no gênero.

Tais Adams, secretária da pasta, enfatiza que a divisão sexual do trabalho é o que faz com que profissões ou atividades tidas como femininas sejam desvalorizadas. 

“Nós estamos em 2024 e ainda lutamos por igualdade salarial. Nós temos medo de sair de casa e não nos sentimos seguras em diversos momentos da nossa vida e por sermos mulheres somos responsabilizadas pela violência que sofremos. Então precisamos do movimento de mulheres, do movimento feminista que aqui lutou para que tivessemos direitos que temos hoje”, conta a secretária.

Além do bate-papo, foi exibido um curta-metragem intitulado “Vida Maria”, do diretor Márcio Ramos, que ilustra a pressão para que mulheres abandonem os estudos formais e dediquem suas vidas aos trabalhos de cuidado. 

“Precisamos pensar o lugar do machismo e de todos os demais preconceitos no lugar da estrutura. Ele é estruturante, nós pensamos sobre as mulheres aquilo que fomos ensinados de geração em geração. São diversas ações que reproduzimos, às vezes sem nem parar para refletir, e é isso que precisamos desconstruir”, ressalta a presidenta da APP, Walkiria Olegário Mazeto.

Atividades do 8 de março

Ao longo do mês de março, a APP-Sindicato constroi e se soma às mobilizações alusivas ao Dia Internacional das Mulheres que ocorrem em todo o Paraná. São ações de defesa da vida das mulheres e por mais direitos, para que a igualdade de gênero prevaleça em todos os espaços. 

Na capital, a Frente Feminista de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral convoca uma marcha para a próxima sexta-feira (8), com o mote “Por uma cidade que nos mantenha vivas e um território que nos pertença”. A concentração será na Praça Santos Andrade às 15h, com saída às 19h. A APP estará presente no ato com o bloco da educação, levando as pautas das educadoras da rede pública para a mobilização.

Além da tradicional marcha, os Núcleos Sindicais da APP-Sindicato se somam às atividades realizadas nas principais cidades do estado. Mobilize-se e participe!

>> Confira a agenda alusiva ao mês das mulheres

MENU