APP na mídia: Portal G1 questiona Seed sobre denúncias do EAD

APP na mídia: Portal G1 questiona Seed sobre denúncias do EAD

Em reportagem publicada nesta quarta-feira (8), o jornal questionou sobre o alcance e qualidade do Ensino a Distância de Ratinho

As denúncias da APP-Sindicato contra o modelo de Ensino a Distância (EaD), aplicado pelo governador Ratinho Jr e o secretário da Educação Renato Feder continuam reforçando a falta de comprometimento da gestão com uma educação pública de qualidade. Nesta quarta-feira (8), a RPC veiculou uma reportagem apontando a dificuldade de professores(as) e estudantes com o sistema.

Na matéria publicada pelo portal G1, a Secretaria de Estado da Educação e Esportes (Seed) foi questionada sobre alcance do EaD no Paraná. Renato Feder manteve o discurso destacando que que o modelo atinge 99% dos(as) alunos(as). A APP-Sindicato questionou o dado e apontou que a Secretaria não leva em consideração as mais diversas condições dos(as) estudantes. 

Em entrevista ao site, o Presidente da APP-Sindicato, Professor Hermes Leão destacou que é necessário que a Seed avalie a situação dos(as) alunos(as).  “No nosso entendimento é uma inconstitucionalidade de oferta, já que não está sendo oferecido igualmente. Há famílias com três ou quatro filhos que possuem apenas um celular e não têm computador. Em muitas cidades, o canal digital não funciona. Não basta divulgar os números de acesso se a aprendizagem não tem qualidade”. 

Além da denúncia sobre o acesso, o governo foi questionado sobre o contrato para veiculação das aulas na rede de televisão aberta e das dificuldades de professores(as) ao aplicar o conteúdo. “Pelo menos 300 mil alunos recebem atividades impressas a cada 15 dias no estado. Esse grupo não tem acesso à internet ou às aulas remotas. Esses dados, disponibilizados pelo próprio governo, revelam que o índice divulgado pela secretaria está distorcido”, destaca o presidente.

Confira aqui a matéria na íntegra

Leia mais sobre o EAD:

:: Empresa que desenvolveu o aplicativo “Aula Paraná” é alvo de denúncia
:: Deputados(as) pedem investigação sobre coleta de dados pessoais no aplicativo Aula Paraná
:: Aplicativo Aula Paraná recebe nota 1,5 e é reprovado por estudantes
:: Sobre as aulas EAD na escola pública do Paraná