APP denuncia ataques do governo ao CEE e MPTC

APP denuncia ataques do governo ao CEE e MPTC


A nossa luta e resistência não param. Na última sexta-feira (27) e hoje (30), a direção da APP-Sindicato levou ao conhecimento do Conselho Estadual de Educação do Paraná (CEE – PR) e do Ministério Público do Tribunal de Contas do Paraná (MPTC-PR) denúncia dos ataques cometidos pelo governo contra a nossa categoria. Especialmente os relacionados à Resolução 113/2017, que desorganiza a distribuição de aulas deste ano e nega, aos(às) professores(as), direitos adquiridos há anos.

Na reunião com o presidente do Conselho, Oscar Alves, o professor Hermes Silva Leão, presidente da APP-Sindicato, acompanhado da representante da categoria no CEE, professora Taís Mendes, falaram como as medidas adotadas prejudicam e preocupam os(as) educadores(as). “Levamos o conteúdo da resolução 113, bem como nossas elaborações, argumentações e contrariedades daqueles itens que determinam a redução da hora-atividade, bem como cria uma forma punitiva de classificação de professores”, explicou Hermes.

O debate no MPTC-PR contou, além do presidente da APP, com as coordenadoras do Fórum das Entidades Sindicais (FES), Marlei Fernandes de Carvalho e Elaine Rodella. O grupo apresentou ao procurador geral Flávio de Azambuja Berti, do ponto de vista educacional e econômico, a preocupação de que os ataques aos direitos trabalhistas da categoria podem gerar para o Estado. “Falamos como as ações deste governo podem colocar em risco as contas do Estado, em funções dessas práticas ilegais, nas futuras gestões”, explicou Hermes.

Isso vai fechar em 0 segundos

MENU