APP cobra do governo vacina contra gripe para funcionários(as) de escola

Campanha começou nesta semana, mas parte dos(as) educadores(as) não foi incluída nos grupos prioritários

Começou nesse dia 10 a campanha nacional de vacinação contra a gripe. Até o dia 31 de maio, os postos de saúde distribuirão doses gratuitas da vacina para os grupos prioritários. Na primeira etapa, que vai até o dia 18 de abril, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos incompletos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), conforme orientação do Ministério da Saúde.

A partir de 21 de abril, todo o público-alvo da campanha vai ter direito à vacina. Além do pessoal já mencionado, estão incluídos:

  • Trabalhadores da saúde
  • Povos indígenas
  • Idosos
  • Professores de escolas públicas e privadas
  • Pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa
  • Jovens sob medidas socioeducativas
  • Funcionários do sistema prisional
  • Pessoas privadas de liberdade

Funcionário(a) também educa! – Há três anos o Sindicato denuncia publicamente que a Campanha não inclui os agentes educacionais.  “O  Ministério da Saúde invisibiliza os funcionários de escola também nesta campanha. Estamos fazendo essa crítica e todos os anos vamos à Secretaria de Saúde do Paraná  para cobrar que encaminhem uma orientação para as regionais de saúde, incluindo os agentes educacionais”, salienta a secretária de Funcionários(as) da APP-Sindicato, Nádia Brixner.

Para a APP, a vacinação é necessária para todos(as) os(as) funcionários(as) que, como os(as) professores(as), mantém um contato próximo dos(as) alunos(as) no dia a dia da escola. Para além da revindicação junto do governo do Estado, a APP orienta que os(as) diretores(as) de escola forneçam a declaração para todos os educadores, professores(as) e funcionários(as), mencionando que são profissionais da educação e que trabalham na escola. “Essa é uma orientação que fizemos e que continuaremos enviando aos diretores, para que os agentes educacionais sejam inclusos no processo”, orienta Nádia.

Vacinação – A vacinação anual contra gripe é a principal medida utilizada para se prevenir a doença, pois pode ser administrada antes da exposição ao vírus e é capaz de promover imunidade durante o período de circulação sazonal, reduzindo o agravamento da doença. É recomendada vacinação anual contra Influenza para os grupos-alvos definidos pelo Ministério da Saúde, mesmo que já tenham recebido a vacina na temporada anterior, pois se observa queda progressiva na quantidade de anticorpos protetores.

Para receber a vacina os(as) educadores(as) não esqueçam de levar a declaração emitida pela direção da escola, em papel timbrado,que comprova a sua identificação profissional para garantir o direito à vacina por pertencer ao grupo prioritário