APP abre os Dias Pedagógicos dialogando sobre os desafios da categoria no Ceebja Dr. Mário Faraco, do sistema prisional

APP abre os Dias Pedagógicos dialogando sobre os desafios da categoria no Ceebja Dr. Mário Faraco, do sistema prisional

Semana pedagógica inicia mais cedo no colégio, que atende estudantes internos da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Piraquara

Dirigentes da APP dialogaram na tarde desta quarta-feira (19) com os(as) educadores(as) do Ceebja Doutor Mário Faraco, que atende os(as) estudantes internos da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Piraquara. Elas fizeram um balanço da campanha salarial e apresentaram as perspectivas da luta no segundo semestre de 2023.

A visita foi feita por Marlei Fernandes, secretária de Assuntos Jurídicos da APP, e Márcia Amaral, secretária da Mulher e Igualdade LGBTI do Núcleo Curitiba Norte da APP.

Nos dias pedagógicos (20 e 21 de julho), a APP visitará escolas em todo o Paraná para dialogar com a categoria. Além de tirar dúvidas sobre o tema salarial, o avanço das plataformas tecnológicas na rede estadual estará no centro da pauta. A plataformização é o destaque da Edição Pedagógica do Jornal 30 de Agosto deste segundo semestre, que será distribuída aos (às) educadores(as) nos dois dias.

Marlei Fernandes abriu o debate com um relato do Encontro do Coletivo Educacional da Confederação Nacional dos(as) Trabalhadores(as) em Educação (CNTE), que aconteceu na segunda (17) e terça-feira (18) em Brasília.

O evento reuniu dirigentes sindicais de todo o país para debater e traçar estratégias para construir o novo Plano Nacional de Educação, combater a terceirização e conquistar a realização de concursos públicos.

Marlei apontou as conquistas da campanha salarial no Paraná e indicou os pontos da pauta para o segundo semestre: reestruturar a tabela dos(as) QFEB; estender o auxílio-alimentação de R$ 600 para os(as) QFEB; estender o reajuste salarial de 13,25% para professores(as) aposentados(as) sem paridade; isentar do desconto previdenciário os(as) aposentados(as) que recebem até o teto do INSS e assegurar a previsão orçamentária para a Data-Base do próximo ano na Lei Orçamentária Anual.

As dirigentes distribuíram aos educadores o jornal Edição Pedagógica, que traz o “Manifesto por uma educação humanizadora em tempos de tecnologias digitais”, documento fruto da construção coletiva da categoria no seminário “Plataformização da Educação: um debate necessário”, realizado no dia 1º de julho na APP.

>> Acesse a Edição Pedagógica aqui <<

A APP também disponibiliza uma página no site com materiais complementares para dar suporte ao debate nas escolas, contendo referências bibliográficas e as apresentações de pesquisadores(as) no último seminário do Sindicato sobre o tema.

Confira mais fotos sobre a passada pelo Ceebja Dr.  Mário Faraco:

Isso vai fechar em 5 segundos

MENU